Como otimizar a performance do facilitador de T&D no mundo digital

Na tentativa de limitar a disseminação do novo coronavírus, diversas medidas foram tomadas para aumentar o distanciamento social. No último mês, vimos a tecnologia mudar, definitivamente, a forma como desempenhamos o nosso trabalho e nos relacionamos com as pessoas. Sim, o futuro realmente chegou e revela novos desafios aos profissionais que atuam no desenvolvimento de pessoas.

O mercado está prestando cada vez mais atenção em soluções que não dependam do treinamento presencial,  como o ensino digital. Afinal, mais do que nunca as pessoas precisam aprender. Agora é a hora de compartilharmos e absorvemos o máximo de conhecimento possível para sairmos desse processo que estamos enfrentando ainda mais fortes. Para os facilitadores, é momento de desenhar experiências de aprendizagem com o ser humano no centro do processo. Por isso é tão importante observar as pessoas, o contexto atual e seus novos desafios para contribuírem com o desenvolvimento de suas competências e equilíbrio emocional.

Compreender os processos de aprendizagem ajuda otimizar a performance

Cada vez mais os profissionais de Treinamento & Desenvolvimento devem ser capazes de organizar de forma sistemática e intencional o conteúdo a ser adquirido pelos aprendizes. Diante deste cenário, o conhecimento sobre os processos psicológicos que envolvem a ação de aprender é um diferencial. Afinal, quanto maior o grau de envolvimento organizado e significativo dos sentidos, maior a facilidade para o aprendizado.

“Os sentidos são os responsáveis pela construção de mundo das pessoas. Ou seja, são os meios de processar todas as informações absorvidas (inclusive os conteúdos que se busca aprender). Porém, em um cotidiano de educação corporativa as soluções de aprendizagem costumam priorizar apenas um dos sentidos, o que reflete negativamente na receptividade e arquivamento dos dados recebidos”, explica Flora Alves, CLO da SG – Aprendizagem Corporativa.

E, como é possível reverter a situação? A partir de uma ampla visão do funcionamento dos processos psicológicos de aprendizagem. Existem dois tipos de memórias que auxiliam o ser humano a armazenar conteúdos. A Memória de Trabalho é aquela em que se aprende as informações, mas que são esquecidas em um futuro próximo. Por sua vez, a Memória a Longo Prazo se refere aos dados que permanecem na mente em um período ilimitado.

“Para que os ensinamentos de um treinamento sejam internalizados à longo prazo pelo aprendiz, a primeira regra é ser atrativo. Neste sentido, o ideal é investir em soluções que se mostrem útil no ambiente de trabalho do funcionário porque os adultos prestam atenção somente nas temáticas convenientes a rotina. Outra sugestão fundamental é procurar gerar conexões entre os conhecimentos absorvidos e os que serão aprendidos. Em seguida é necessário refletir sobre a gerência da área cognitiva do aprendiz. É do entendimento científico o fato de que a memória a curto prazo conta com espaços a serem preenchidos, mas, que se sobrecarregam com facilidade. Portanto, um caminho a ser tomado pelo designer instrucional é dividir as informações em pequenas partes e trabalhá-las em doses homeopáticas. Por fim, o foco na prática das habilidades adquiridas completam o ciclo psicológico da aprendizagem”. 

Ferramentas corretas é um grande diferencial para otimizar a performance

Antes de entrar em sala, seja ela virtual ou não, o facilitador precisa ter agilidade e assertividade na hora de desenhar seus treinamentos. E ter em mãos as ferramentas corretas torna-se um grande diferencial.

“Os facilitadores precisam ser ágeis, assertivos para detectarem, de fato, quem são os influenciadores de performance. Assim, otimizam o tempo e constroem soluções de aprendizagem altamente eficazes. A Ferramenta Trahentem® Digital nasceu para promover a colaboração e agilidade para a construção de treinamentos experiências de aprendizagem efetivas e centradas em quem precisa aprender”, pontua Flora Alves. Pensando nisso, todas as funcionalidades do Trahentem® Digital estão disponíveis gratuitamente por 90 dias. Assim, os facilitadores contribuem com o desenvolvimento das pessoas e de sua organização de maneira colaborativa e segura. Para começar a usar basta acessar www.canvastrahentem.com, fazer seu cadastro e enviar um e-mail para euquerotrahentem@learningsg.com.

Deixe uma resposta