Ceará chega a 100 megawatts de geração distribuída solar fotovoltaica

O Estado do Ceará acaba de atingir a marca história de 100 megawatts (MW) de potência operacional na geração distribuída solar fotovoltaica, com 7.188 mil sistemas instalados em telhados, fachadas e pequenos terrenos de residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.

Segundo mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Ceará ocupa atualmente o nono lugar no ranking estadual de geração solar distribuída e lidera a região nordeste com a maior potência instalada solar na modalidade.

Os sistemas fotovoltaicos em operação no estado já estão presentes atualmente em 173 municípios cearenses, o que representa 94% dos municípios do estado. São 9.094 consumidores de energia elétrica que já contam com redução na conta de luz e maior autonomia e segurança elétrica.

Um dos destaques no Ceará é a capital, Fortaleza. Sozinha, ela possui 29,8 MW operacionais e ocupa a terceira posição no ranking municipal de geração distribuída solar fotovoltaica, dentre todos os municípios do País.

Para Jonas Becker, coordenador estadual no Ceará da ABSOLAR, o estado tem assumido um protagonismo cada vez maior no desenvolvimento da fonte solar. “A tecnologia fotovoltaica representa um grande potencial de desenvolvimento sustentável, econômico e social para os cearenses, com geração de emprego e renda, atração de investimentos privados e colaboração no combate às mudanças climáticas”, comenta.


Sobre a Absolar

Fundada em 2013, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica congrega empresas e profissionais de toda a cadeia produtiva do setor solar fotovoltaico com atuação no Brasil, tanto nas áreas de geração distribuída quanto de geração centralizada. A Absolar coordena, representa e defende o desenvolvimento do setor e do mercado de energia solar fotovoltaica no Brasil, promovendo e divulgando a utilização desta energia limpa, renovável e sustentável no País e representando o setor fotovoltaico brasileiro internacionalmente.

Deixe uma resposta