Empreendedores do e-commerce esperam que Dia dos Pais alavanquem vendas no segmento

Golpes virtuais contra idosos cresceram durante a pandemia

As datas comemorativas sempre foram momentos importantes de vendas do varejo. Em 2020, diante das dificuldades impostas pela Covid-19 e das restrições impostas pelo isolamento em diferentes regiões, as vendas pela internet têm sido alavancadas ainda mais. Estamos nos aproximando do Dia dos Pais, que será comemorado em 9 de agosto, e as vendas na internet já estão bem mais altas.

“Se no ano passado, segundo dados Ebit|Nielsen, o Dia dos Pais representou 6 milhões de pedidos, com um faturamento de R$ 2,5 bilhões (o que superou o Dia das Mães e o Dia dos Namorados), imagine este ano. A nossa expectativa é que as vendas em 2020 aumentem pelo menos 25% em relação ao ano passado”, afirma Gustavo Chapchap, líder do Comitê de e-commerce da Abradi e CMO da Jet e-Business.

Segundo o especialista em e-commerce, o aumento deve ser alto por estar sendo apoiado por grandes redes que estão levando ferramentas de vendas aos lojistas e realmente transformando o negócio do varejo para um mundo que conecta as pontas, o chamado omnichannel. “Temos mais de 50 shopping centers como clientes fornecendo a ferramenta ZapCommerce, de vendas por WhatsApp, para um número superior a 10 mil lojas físicas. Estamos falando de um universo de 100 mil vendedores trabalhando com os contatos das pessoas, ofertando produtos do e-commerce”, enfatiza Chapchap.

Um bom exemplo de apoio ao lojista é o caso do Grupo Ancar Ivanhoe, uma das maiores empresas de shopping centers do país, que criou a ferramenta CompraZap para lojistas, uma plataforma de gestão e vendas que funciona via WhatsApp e outros comunicadores como Facebook Messenger e Insta Direct. 

Para o Head de Marketing da Ancar Ivanhoe, Diego Marcondes, a pandemia acelerou o processo da omnicanalidade, que agora se tornou um caminho sem volta. “O setor de shopping precisou se reinventar rapidamente e o consumo online virou uma ferramenta definitiva nas empresas, o que possivelmente vai definir o futuro do varejo”, declara o executivo. A iniciativa, implementada em 16 shoppings da rede, busca reforçar a proximidade entre mais de 3 mil lojistas e consumidores, além de intensificar a estratégia de multicanalidade dos shoppings do grupo.

Inicialmente, a parceria contempla os shoppings Pátio Paulista, Golden Square e Parque das Bandeiras, no estado de São Paulo; Botafogo Praia, Boulevard, Nova América, Nova Iguaçu e Madureira, no Rio de Janeiro; Via Sul, North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, North Shopping Maracanaú, no Ceará; Porto Velho, em Rondônia; Pantanal, no Mato Grosso; e Conjunto Nacional, no Distrito Federal. 

Deixe uma resposta