Como nascem os copywriters?

Como nascem os copywriters? Não se sabe como eles surgem, mas sabe-se o caminho para chegar até lá: eles precisam ler Copywriting – o método centenário de escrita mais cobiçado do mercado americano, publicado pelo pesquisador e escritor best-seller, Paulo Maccedo. Nas 288 páginas está a fórmula para ter o poder da comunicação com discursos persuasivos e vendedores que já renderam milhões de dólares.

O livro que já vendeu mais de dez mil exemplares na Amazon e nas principais livrarias do país é o mais completo sobre o assunto em língua portuguesa. Sendo um dos dez livros de marketing mais vendidos no Brasil, ele já foi endossado por milhares de pessoas que se beneficiaram com o conteúdo didático e ao mesmo tempo dinâmico. Afinal, é um livro de copywriting escrito por um dos melhores copywriters do país.

Leitura obrigatória para quem quer iniciar na área de copy, o “livro vermelho de copywriting” traz o resumo de mais de um século de desenvolvimento da escrita para vendas, passeia por fatos históricos, variadas escolas de copywriting e, ao mesmo tempo, mescla técnicas que já foram testadas por ele ou por outros profissionais.

Outro diferencial da obra de Paulo é a dinâmica empregada no texto: ele traz narrativas, cases e citações que deixam a leitura fluída como uma boa copy deve ser. Parte dos leitores mais entusiasmados já disseram que a leitura da obra vale como uma MBA em marketing, afinal, material de qualidade sobre o assunto é escasso no Brasil e a maioria traz apenas métodos, fórmulas, templates e modelos sem qualquer explicação ou contextualização.

E este, caro leitor, é um dos materiais sobre copywriting mais completos do mercado brasileiro. Tive essa percepção quando o manuscrito ultrapassou as 50 mil palavras; quando mostrei a primeira versão a meus alunos e alguns ficaram boquiabertos; quando o revisor ortográfico me mandou mensagens falando que tínhamos uma belíssima obra em mãos; e quando meu editor ficou animado ao saber que tínhamos um livro, segundo ele, sobre um assunto de extremo valor. (pg. 12)

Mais do que estudar copy, a obra apresenta uma mudança de mentalidade. Propõe ao leitor pensar como um copywriter e a não ser mais refém de gurus e planilhas com gatilhos mentais toda vez que precisar escrever um texto de vendas.

Deixe uma resposta