Novos serviços retomam atividades em Teresina (PI) nesta segunda-feira

Começou hoje (segunda, 10.08) a primeira etapa da Fase 3 da retomada das atividades econômicas em Teresina. Com isso, voltaram a funcionar os serviços de cabeleireiros e outras atividades de tratamento de beleza, transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, e outros transportes rodoviários, além das atividades da administração pública geral, direta e indireta, relações exteriores e Justiça.

Todas essas atividades voltam de forma gradual e respeitando algumas restrições, com somente 50% dos trabalhadores no espaço físico do estabelecimento, por apenas quatro dias na semana e cumprindo seis horas de trabalho por dia. A ocupação máxima do espaço de atendimento ao público deve ser de uma pessoa por 4m². Também é obrigatório o uso de máscara, testagem dos funcionários, higienização dos ambientes, bem como cumprir as demais regras estabelecidas pela União, pelo estado do Piauí e pelo município de Teresina.

O prefeito Firmino Filho lembra que, assim como nas etapas anteriores, é preciso que os protocolos de segurança sejam cumpridos de forma rigorosa. “Essa é uma etapa importante e que inclui o serviço público. Então, todos os setores devem seguir as orientações de segurança e higiene para evitar a disseminação do novo Coronavírus. Essas medidas são fundamentais para que possamos avançar para a etapa seguinte”, disse.

Serviços de reparação e manutenção de equipamentos de informática e comunicação e de objetos pessoais e domésticos também reabriram. O setor de fabricação de máquinas e equipamentos, e suas atividades de manutenção e instalação, são outras que estão autorizadas a funcionar a partir de hoje.

A retomada de atividades salão de beleza, serviços de manicure e pedicure, podologia, depilação, barbearia, estética e maquiagem conta com protocolo específico de funcionamento, que incluem atendimento via agendamento, reduzir o número de produtos em exposição e não disponibilizar garrafas de café e lanches, além de cobrir macas e cadeiras com plástico. O serviço deve dar preferência ao uso de utensílios individuais e descartáveis para os procedimentos, e quando não for possível, deve-se esterilizar o material dentro dos padrões recomendados. O estabelecimento tem que evitar aglomerações e disponibilizar pias com água e sabão, papel toalha e lixeira, além de álcool 70% na entrada e em locais estratégicos para que os clientes e trabalhadores façam a higienização das mãos com frequência.

O descumprimento de decreto por qualquer estabelecimento, serviço e atividade, que esteja em funcionamento ou que não esteja permitido funcionar, resultará na aplicação de multa, interdição total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento.

Deixe uma resposta