Mesa Brasil, do Sesc, distribui 8 mil cestas básicas e cerca de 45 mil pessoas serão beneficiadas

O Programa Mesa Brasil Sesc vai distribuir 8 mil cestas básicas nas cidades de Fortaleza, Sobral, Iguatu e Juazeiro do Norte. Os alimentos foram uma doação da Global Foodbanking Network (GFN), parceira internacional do Mesa Brasil Sesc, feita aos estados mais afetados pela Covid-19. A distribuição iniciou nesta terça-feira, 11 em Fortaleza e depois segue para as cidades do Interior. A ação tem o objetivo de diminuir os impactos sociais provocados pelo novo Coronavírus.

Cerca de 45 mil pessoas devem ser alcançadas pela doação, prevalecendo comunidades que apresentam maior risco frente à Covid-19, como Quilombolas, Indígenas, Ciganos e população de terreiros. De acordo com a gerente do Mesa Brasil no Ceará, Regina Miranda, cada cesta pesa cerca de 16 quilos: sendo 13 quilos de alimentos e mais três quilos de material de limpeza.

 “As cestas contêm arroz, feijão, farinha, açúcar, café, óleo, macarrão, farinha de milho e biscoito. Os materiais de limpeza são detergente, água sanitária e sabão em pó”, descreveu Regina Miranda.

Em Fortaleza serão distribuídas cinco mil cestas em 50 instituições, que servirão de mediadoras para a entrega dos alimentos às famílias assistidas por essas entidades, dentre elas, o Lar de Clara, Edisca, Associação Peter Pan e várias outras. De acordo com Regina Miranda, na Capital, a doação deverá chegar a 25 mil pessoas espalhada em vários bairros da Capital.

“Para nós que fazemos o Mesa Brasil Sesc ações como essas são extremamente importantes. A solidariedade desse recurso internacional chega em um momento difícil para poder combater a fome das pessoas através de alimento de qualidade. É o alimento chegando a quem mais precisa”, destacou.

As demais três mil cestas serão entregues em Sobral, Iguatu e Juazeiro do Norte, ou seja, mil em cada cidade. A gerente do Mesa Brasil no Ceará informa que espera alcançar dual mil pessoas no Cariri, nove mil em Iguatu e 7.500 em Sobral. “Sabemos que a Covid está se alastrando pelo Interior, então é importante chegar comida de qualidade às pessoas que moram nessas localidades. Estamos trabalhando com a maior rapidez possível para que os alimentos cheguem logo no Interior”, destacou.

Solidariedade

Essa não é a primeira ação do Mesa Brasil no combate aos efeitos sociais causados pelo novo Coronavírus. O programa, como ressalta Regina Miranda, vem trabalhando desde o início da chegada da pandemia no Ceará. De acordo com ela, de março a julho, foram doados mais de um milhão de quilos de alimentos.

A gerente do Mesa Brasil no Ceará conta que as doações chegaram através da solidariedade de empresas, como a M Dias Branco, de fazenda de exportações de frutas e verduras, “dos permissionários da Ceasa que têm sido muito benevolentes e doando muitos alimentos, além de contarmos também com a sensibilidade de várias pessoas que doaram pelas lives,  e que tem feito um grande diferencial junto ao Mesa Brasil”.

Para o presidente do Sistema Fecmércio Ceará, Maurício Filizola, essa é mais uma conquista do Programa que atua na segurança alimentar e nutricional, e que tem como grande proposta o combate à fome e à desnutrição. “Proporcionar essa ajuda a tantas famílias cearenses é a prova que o Sistema Fecomércio, através de programas como o Mesa Brasil Sesc, está cumprindo bem o seu papel, que é o de ajudar a desenvolver a sociedade”, ponderou.

Sobre o Mesa Brasil

O Mesa Brasil é um programa do Sesc que atua na perspectiva da segurança alimentar e nutricional, sustentabilidade e inclusão social. Presente no Ceará desde 2001, o programa atende no Estado mais de 430 instituições sociais, que juntas totalizam o atendimento a cerca de 280 mil pessoas, por meio de doações de alimentos e atividades educativas. Desde sua implementação, o Mesa Brasil Ceará já distribuiu mais de 48 milhões de quilos de alimentos, por meio de parceria com centenas de empresas doadoras.

Deixe uma resposta