Movimento de moda autoral Carandaí 25 abre casa virtual com 70 novas marcas

O movimento Carandaí 25 vai ter seu o primeiro endereço fixo depois de sete anos fazendo eventos itinerantes e montando lojas temporárias. Maior vitrine de moda autoral do país, o coletivo lança no próximo dia 18 de agosto o seu marketplace, que será inaugurado com um evento 100% digital que vai durar cinco dias.

A experiência online vai reproduzir o clima dos eventos que viraram parte do calendário oficial do Rio de Janeiro. A estrutura, desta vez, será montada na Casa Firjan, com apoio da Firjan e do sistema AjoRio.  Araras de roupas, mobiliário, palco para shows que vão acontecer todos os dias no início da noite e personal stylists para ajudar os clientes com as compras. Estará tudo lá, exatamente como nas edições anteriores, para a transmissão em tempo real que vai acontecer nas mídias sociais do coletivo (Instagram @carandai25) e em um link no site da plataforma (www.carandai25.com.br).

Ao todo, 70 novas marcas, sendo 50 de moda autoral, farão parte desse grande encontro produzido para o lançamento da plataforma. Pela primeira vez em um evento, quatro delas foram “adotadas”, através de uma campanha em que pequenos produtores de todo o Brasil puderam se inscrever para estrear no movimento com alguns benefícios.

“Essa crise teve um impacto forte em todos os elos do setor. Por isso, existe a real necessidade de a moda ser mais justa e unida pelo mesmo propósito, que é fomentar os negócios locais, o feito no Brasil. Fico feliz com a oportunidade de reunir tantos empreendedores novos e regionais, que ajudam a manter a economia circular ”, diz Tatiana Accioli, a fundadora do movimento.

Os estreantes são as grifes Caju, Horto, Mariana Giusburg e Lote, que vêm de diferentes cantos do país. Mas também estarão presentes integrantes clássicos da família Carandaí 25, como Wymann, Marju, Pinton, Wasabi, Krya, Zsolt, Barbaräh e Angela Brito. Outra boa nova é a chegada da linha home com curadoria do próprio coletivo, que terá dez novas marcas com produtos de decoração, design e papelaria. Espere também pela área verde, um dos grandes sucessos das últimas edições, que terá sua versão virtual com dez marcas de cosméticos veganos. O espírito de fazer junto é o de sempre, apenas a forma de consumir é que agora está alinhada aos novos tempos.

SOBRE O CARANDAÍ 25

O Coletivo Carandaí 25 nasceu na casa da empresária Tatiana Accioli em 2013, na rua que dá nome ao evento, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro. Já na estreia, Tatiana reuniu marcas como Andrea Marques, Patricia Viera, Adriana Degreas, Dona Coisa e Gilda Midani. Ao perceber a demanda por programas mais charmosos e exclusivos, fora do circuito dos shoppings, ela investiu em um novo modelo de negócio para alavancar e dar visibilidade a pequenos produtores, que acreditam na força da coletividade e na graça de fazer junto. 

Com a crescente adesão de expositores ao longo dos seis anos de vida, o grupo se instala em locações cada vez maiores e mais charmosas. Em maio de 2018, teve sua primeira experiência em Paris, com um espaçoso ponto de venda montado por um mês. No primeiro semestre de 2019, levou seu formato original a São Paulo. A plataforma conta ainda com lojas pop ups em shoppings.

Deixe uma resposta