Respiradores serão legado para municípios, diz Camilo Santana

Deve desembarcar hoje (19.08, quarta-feira) em Fortaleza a última carga de respiradores adquiridos pelo Governo do Ceará para o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). A informação foi antecipada pelo governador Camilo Santana em live nas redes sociais. Ontem desembarcaram 45 equipamentos e amanhã devem chegar os últimos 40, totalizando 700 comprados e recebidos, com recursos próprios do Estado desde o início da pandemia. “Continuamos com essa ampliação de leitos, UTIs e respiradores que salvaram e continuam salvando vidas em todo o estado”, disse o chefe do Executivo.

De acordo com o governador este será um grande legado para o Ceará. Com a redução de casos sendo cada vez mais constatada em todas as regiões do estado serão montadas salas de estabilização em pequenos municípios onde não há hospital. Os equipamentos servirão para a instalação dessas salas, garantindo que os pacientes possam posteriormente ser transferidos para unidades e média e alta complexidades, a depender do quadro.

Toda essa estrutura, conforme avaliou Camilo Santana, ficará para salvar vidas a partir de outras demandas. “Por exemplo, em Crateús, onde montamos leitos de UTis. Eles vão continuar lá para atender as demandas dos cidadãos da região. Para que não precisem se deslocar 200 quilômetros para ter uma cirurgia ou atendimento de saúde mais complexo”, apontou. “Da mesma forma será em municípios como Icó, Itapipoca, Caucaia, Maracanaú, Iguatu, Tianguá, enfim, todos onde foram montadas essas estruturas”.
O estado do Ceará é um dos que mais testam em todo o país e assim continuará com a ampliação dos locais de testes de coronavírus. “Chegamos a quase 570 mil testes realizados durante a pandemia. E temos ampliado agora, com novo centro de testagem no Centro da Cidade de Fortaleza e outro em Maracanaú”, destacou.

Além de testar é importante o apoio que o Estado dá para a prevenção da Covid-19. O uso de máscara, higienização e evitar aglomerações ainda são os principais meios de prevenir a doença. Durante a apresentação o governador falou que está sendo concluída a entrega de cinco milhões de máscaras pelo Governo do Ceará em cidades do Interior. Em Fortaleza, a partir de parceria com a Prefeitura já foram distribuídas mais de três milhões. “Destaco isso para dizer da importância do uso de máscara que é um importante instrumento de prevenção, é para você se cuidar e cuidar das pessoas”. Sobre aglomerações, ressaltou que é preciso evitá-las. “Sei que praticamente todas as atividades econômicas retornaram, que é importante a geração de emprego, a movimentação da economia, mas é fundamental termos a compreensão que não voltamos à normalidade. A prevenção é necessária até sair a vacina. Até lá vamos continuar monitorando para preservar vidas cearenses”.

Cartão Mais Infância

Desde o início da pandemia o Governo do Ceará tem investido mais ainda no social, além da prevenção, identificação e tratamento de casos de Covid. Neste sentido, nesta semana foi mais uma vez antecipado o pagamento do Cartão Mais Infância a famílias cearenses. Este é o sexto mês consecutivo de antecipação da transferência que iniciou em 2018. “São aproximadamente 45 mil famílias, com investimento de quase R$ 4 milhões a cada mês de pagamento dessa transferência de renda para essas crianças e mães, de famílias mais vulneráveis”, afirmou o governador.
O Hospital da Criança

Ainda em sua fala nesta terça-feira o governador Camilo Santana destacou a inauguração do Hospital da Criança de Fortaleza, ocorrida na manhã dessa segunda-feira. “Eu tive a oportunidade de estar ao lado do prefeito Roberto Cláudio entregar o primeiro Hospital da Criança de Fortaleza, com oferta de 104 leitos. Hospital todo moderno, adaptado para crianças. Bem acolhedor. O que há de melhor do ponto de vista de estrutura para atendimento a crianças. Todo equipado e já começou a funcionar ontem mesmo”.

De acordo com o governador, a unidade recém-inaugurada é de pequena e média complexidade, mas vai atuar conjuntamente com o Albert Sabin, que é de alta complexidade, pertencente à rede estadual. “O Albert Sabin está sendo ampliado para atender mais ainda as crianças cearenses e agora ganha o reforço em Fortaleza”.

Deixe uma resposta