Novas plataformas ajudam empresas a vender online, explica Federação do Comércio do Ceará

A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina e os hábitos de muita gente. A forma de comprar também foi modificada pela necessidade de isolamento social e o fechamento das portas do comércio por um período estipulado pelos governos em todo o País. O consumidor teve de se adaptar a uma nova realidade e os comerciantes também. Vender online nunca foi tão necessário.

Quem sempre olhou de forma desconfiada ao modo de “comprar pela internet” teve que rever seus medos e até conceitos. Uma prova disso, é que as vendas pelo e-commerce cresceram 42% entre março e abril, em comparação ao mesmo período de 2019, dado publicado pela Ebit Nielsen, que faz mensuração e análise de dados.

E-commerce ou comércio eletrônico nada mais é do que uma loja virtual que permite a venda pela internet de produtos ou serviços. Para os empresários que preferem o modelo de venda “olhos nos olhos” e estavam se esquivando dessa venda no mundo virtual, a saída foi se render ao comércio eletrônico para não fechar as portas de vez.

De acordo com o Movimento Compre&Confie, neste ano as compras online somaram 68,9 milhões de compras online, um crescimento de 82,1% no número de compras e incremento de 71% no faturamento, se comparado ao mesmo período de 2019. “São números que mostram o poder do e-commerce, reforçando seu potencial alternativo neste momento em que, mesmo com a retomada, ainda se encontram muitas limitações nas vendas presenciais”, analisa o gestor executivo do Sistema Fecomércio Ceará, Henrique Gonzaga.

E para os empresários que não têm condições de criar a sua própria plataforma para vender online, o que fazer? Uma solução é se cadastrar a um marketplace. Uma dessas ferramentas está em processo de cadastramento dos comerciantes interessados nesse modelo de venda, é a Tá Fácil Comprar, construída pelo Sistema Fecomércio Ceará e que logo mais será lançada no mercado.

“Tá Fácil Comprar foi criada pensando nas empresas que não tem acesso ou condições de terem sua própria plataforma digital. Essa ferramenta proporciona benefícios tanto para os empresários, que podem contar com mais uma forma de vender seus produtos de maneira ágil e articulada”, destacou o presidente do Sistema Fecomérco, Maurício Filizola.

Maurício Filizola ressalta que Tá Fácil Comprar possui vários atrativos, como menores taxas do mercado para cada segmento, ampliação imediata da cartela de clientes, não possui taxa de adesão, suporte online e presencial, além de facilidade de cadastro. E, para facilitar ainda mais a gestão dos negócios, o Tá Fácil Comprar ainda integra o estoque da loja física ao da loja online e dá a oportunidade do empresário oferecer descontos e promoções quando quiser.

Para mais informações sobre o Tá Fácil Comprar, acesse o site da Fecomércio ou ligue para o telefone (85) 3270 4255.

Deixe uma resposta