Maior oferta de empregos na área de energia solar eleva procura por cursos online durante pandemia

O crescimento das ofertas e das novas vagas de emprego no setor de energia solar no País tem elevado de forma significativa a procura dos brasileiros por cursos online de profissionalização e capacitação durante a pandemia.

Segundo levantamento da Elektsolar, uma das pioneiras no mercado de treinamentos no setor fotovoltaico nacional, a procura por tais especializações cresceu cerca de 50% no País entre janeiro e julho deste ano, período em que o setor gerou mais de 40 mil postos de trabalho no Brasil, segundo apuração da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).  

Segundo a entidade, a remuneração média mensal do mercado fotovoltaico supera dois salários mínimos. Os postos de trabalho na cadeia solar são formados por profissionais de formação técnica e superior, com rendimentos médios acima do patamar médio brasileiro.

Segundo Gabriel Guimarães, diretor de educação da Elektsolar, o crescimento na procura por cursos está ligado às grandes oportunidades de negócios oferecidas no mercado de energia solar no Brasil, que tem crescido cerca de 200% ao ano no País de 2015 para cá. “Os brasileiros têm encontrado no mercado fotovoltaico uma nova possibilidade de mudar de ramo e se especializar dentro de um segmento pujante na economia brasileira”, comenta. “Essa grande procura ficou ainda mais evidente durante a pandemia e a queda da atividade econômica, já que o setor solar é visto por autoridades no mundo inteiro como uma área estratégica para a retomada do crescimento, incluindo o Brasil”, acrescenta.

A Elektsolar, sediada em Florianópolis, oferece cursos tanto em módulos introdutórios (instalação, projetos, vendas) quanto avançados desde 2013. Em 2019, a empresa registrou um boom na procura, impulsionado pela expansão da geração distribuída no Brasil. Os cursos introdutórios da empresa já formaram mais de 100 turmas no País.

O interesse no tema e o amadurecimento do mercado fizeram com que a Elektsolar investisse na criação de cursos como comissionamento de projetos fotovoltaicos e softwares específicos para o segmento. A empresa criou uma plataforma de ensino à distância (EAD) e investiu em cursos com ferramentas de realidade virtual. A estratégia se mostrou acertada agora, com o avanço da Covid-19. “Nosso maior volume de cursos é presencial, mas já estamos adaptando nossos treinamentos para essa nova realidade. A plataforma EAD vai possibilitar alcançar tanto pessoas físicas quanto empresas, no formato in company”, diz Guimarães. 

A empresa desenvolveu um pacote de treinamento específico para esse período da pandemia, com um conteúdo que mescla aulas ao vivo, que permite a interação dos estudantes, com aulas pré-gravadas e presenciais, que serão realizadas no segundo semestre de 2020. “Era comum termos alunos que viajavam grandes distâncias para fazer nossos treinamentos, agora com o avanço dos formatos digitais, estamos confiantes de que haverá uma democratização ainda maior dos treinamentos em energia solar”, afirma Guimarães.

Deixe uma resposta