Agência de comunicação capacita porta-vozes para abordagens sobre investimentos

As redes sociais abriram portas para que todos tivessem voz e espaço para compartilhar rotinas e conhecimento. Com tanto material disponível na rede, a relevância do autor e do conteúdo são o que separam “o joio do trigo”, servem como garantia para quem lê ou assiste algo em busca de informação.

Ao contrário do que prega o core de muitas agências, a Aceleraê não vai partir para o mercado para vender conteúdo para empresas. A ideia é valorizar a prata da casa, no caso, os especialistas e assessores de investimentos formados pela startup de educação Eu Me Banco. “A agência vai impulsionar esses talentos e ajudá-los nessa caminhada no meio digital”, conta a CEO da Aceleraê, a administradora Francielly Vieira Louzada.

A princípio, a Aceleraê dará mentoria para alunos do Programa Advisor de Alta Performance (PAAP), principal projeto de formação da Eu me Banco, atualmente com 550 profissionais matriculados.

Muitos deles produzem artigos e postagens sobre o mercado financeiro, mas não dominam questões técnicas de redação e design, nem sabem como distribuir esse conteúdo ou como aprimorá-lo para impactar mais pessoas. O objetivo final é que abasteçam os pontos de contato da Eu Me Banco (blog e perfis nas redes sociais) e participem do desenvolvimento dos cursos da startup. Todos serão remunerados com uma porcentagem do faturamento: a intenção é que agência e aluno cresçam juntos.  

Francielly explica que investidores e profissionais de investimentos estão buscando novos conhecimentos na internet. A demanda existe, mas a oferta precisa de mais qualificação para atingir o objetivo de informar com credibilidade. “Ensinando boas práticas para os nossos alunos contribuímos para o processo de construção de autoridade. Nosso intuito é dar o treinamento e suporte necessários para que tenham segurança para atender novos investidores, para que se comuniquem melhor com o público”.

Estúdios ficarão em SP e SC

A agência Aceleraê prestará atendimento 100% online e contará com estúdios para gravação de cursos e conteúdos para redes sociais em São Paulo (SP) e Florianópolis (SC).

Com início das atividades previstas para setembro, a agência vai atuar com um time formado por três mentores: o economista Fabio Louzada, que identificará os talentos a serem assessorados entre os alunos do PAAP, Bruno Fontes Chapeton Samayoa, assessor de investimentos que irá focar no ensino técnico e acompanhamento, e Ronaldo Cerqueira, consultor de carreiras especialista em mercado financeiro que dará assessoria em aspectos comportamentais. Francielly cuidará dos processos internos e também vai compartilhar sua experiência como gestora de projetos da Eu Me Banco – a empresária é a responsável por alavancar o faturamento médio da empresa de R$ 20 mil para R$ 200 mil.

Apesar do foco principal ser capacitar porta-vozes para falar e produzir conteúdos sobre investimentos, futuramente não está descartada a possibilidade de ampliar a mentoria para pautas relacionadas a outras áreas. “Podemos ter especialistas ligados a business e comportamento, vamos acompanhar o desempenho dos alunos e da própria agência para ampliar nosso nicho de atuação”, conclui a CEO Francielly.

Deixe uma resposta