Ebserh vai destinar mais de R$ 100 milhões para hospitais universitários federais

28082020 aprovação rehuf.jpg

Com objetivo de aperfeiçoar a atuação dos hospitais universitários federais que a compõem, a rede Ebserh vai liberar R$ 103 milhões às unidades. O montante faz parte do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que é gerido pela estatal, e será utilizado tanto para custeio de insumos hospitalares quanto para investimentos.

A iniciativa já foi aprovada pelo Comitê Interno de Gestão do Rehuf com previsão de liberação dos valores pelos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS), órgãos responsáveis pelo financiamento do programa.

“Essa ação compõe planejamento feito pela Ebserh e reforça nossa atuação de forma estratégica e antecipada na liberação de recursos, tendo sempre como objetivo dar as melhores condições para que os hospitais possam desempenhar suas atividades com excelência”, declarou o vice-presidente da Ebserh, Eduardo Vieira.

Um diferencial dessa parcela foi a destinação de R$ 3,1 milhões para contratação de empresa especializada em desenvolver projetos de arquitetura. A ação tem como objetivo fazer uma análise das demandas físicas, aperfeiçoar a gestão documental de infraestrutura e possibilitar melhor gestão do patrimônio. Além disso, vai facilitar o dimensionamento de vários serviços como limpeza e conservação de diversos locais, permitindo quantificar áreas externas que estão sob responsabilidade da Ebserh, por exemplo.

“É essencial termos uma noção ainda melhor da nossa infraestrutura para saber onde atuar, de que forma atuar e em quais áreas precisamos ter maior atenção. A estrutura de uma unidade hospitalar que engloba assistência e ensino é extremamente complexa e, com essa iniciativa, teremos uma visão mais detalhada do que temos à disposição e do que precisamos fazer para melhorar ainda mais a gestão”, destacou Eduardo Vieira.

O HU-UFGD, em Dourados (MS), é uma das unidades que receberá parte desses recursos. O hospital está construindo a Unidade da Mulher e da Criança e diversos serviços serão deslocados para o novo prédio. Com os projetos prontos e com o conhecimento fornecido pela iniciativa da Ebserh, o hospital poderá readequar espaços.

“Quando os serviços forem transferidos, poderemos aproveitar os espaços que serão futuramente desocupados para investir em áreas de ensino. Temos a ideia de um centro de estudos, por exemplo, que trará diversos benefícios aos nossos alunos e pesquisadores, por exemplo”, destacou o superintendente do HU-UFGD, Luiz Augusto Freire Lopes.

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Deixe uma resposta