Pequenos investidores ganham nova modalidade de investimento

Desde 1° de setembro os brasileiros interessados em investir em grandes empresas estrangeiras, como Apple, Amazon, Netflix, Tesla, Ebay, Mercado Livre, entre outras, podem fazer isso por meio da Bolsa brasileira, a B3. A nova regra da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) permite de compra BDRs (Brazilian Depositary Receipts) aos pequenos investidores.

Os BDRs são certificados que representam ações de companhias estrangeiras de capital aberto, ou seja, negociadas em bolsa. Eles refletem o valor das ações atreladas a ele. Até agora a modalidade de investimento estava disponível apenas para investidores com capital acima de R$ 1 milhão em aplicações financeiras. 

Atualmente, há 551 BDRs listados na bolsa brasileira; Apple (AAPL34), Amazon (AMZO34) Facebook (FBOK34), Microsoft (MSFT34), Netflix (NFLX34) e Tesla (TSLA34) são alguns exemplos.

Com a nova medida, os brasileiros podem comprar, de forma simples, certificados que representam ações estrangeiras, sem precisar abrir uma conta no exterior ou fazer transferências de valores em dólares. Tudo é negociado no Brasil, em reais, como se fosse uma ação nacional negociada na Bolsa.

De acordo com Yuri Veras Cavalcante, Sócio Fundador e Assessor de Investimentos do Grupo Aplix, com sede em Fortaleza, a grande vantagem da modalidade é a possibilidade do investidor poder escolher um setor que não tenha no Brasil, diversificando o portfólio de aplicações. No entanto, Yuri alerta que as BDRs servem como opção àqueles que não tem aversão ao risco, pois trata-se de um ativo de renda variável e possui volatilidade.

O executivo alerta para a importância de o investidor ter consciência dos seus objetivos e dos riscos de cada aplicação. Antes de fazer qualquer tipo de investimento, é fundamental que a pessoa faça uma Avaliação de Perfil de Investidor (API), para saber se o perfil dela está aderente ao risco do produto, qual o grau de exposição ela está disposta a assumir. 

“Quando uma pessoa compra um BDR ela está comprando um certificado que representa a ação de uma empresa. Dessa forma, é importante que ela entenda o mercado e o setor que essa empresa está inserida, os riscos e oportunidades que ela vai encarar pela frente “.

Com os BDRs, o investidor tem exposição à ação no exterior e a variação cambial. Se o real cair relação ao dólar há ganho, já se o real subir frente a moeda americana, há perda.

Atualmente o BDR com maior valorização é da Tesla com 583% no ano. Outras empresas como Ebay, Mercado Livre, Netflix, Amazon e Apple também tiveram valorização acima de 100% no ano.

As negociações de BDRs são feitas na B3 por meio de de corretoras autorizadas, que executam as ordens de compra e venda de acordo com as solicitações dos clientes. 

Deixe uma resposta