Brasileiros podem se inscrever até amanhã (11.09) no hackathon de saúde do MIT Hacking Medicine

Estão abertas as inscrições para um dos maiores hackathons de saúde do mundo, o MIT Hacking Medicine Grand Hack 2020. Realizado pelo MIT Hacking Medicine, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), com patrocínio da Sanofi, o evento recebe, até 11 de setembro, inscrições de participantes todo o mundo e de qualquer área de estudo que tenham interesse em entrar em uma corrida contra o tempo para resolver desafios relacionados ao universo da saúde. O evento acontecerá virtualmente entre 2 e 4 de outubro.

Os selecionados serão incentivados a desenvolver a melhor e mais inovadora solução para diversas questões urgentes de saúde mundial. As propostas podem ser uma tecnologia, um aplicativo ou outra ferramenta online. Não há limitação em relação à resposta desenvolvida para a questão apresentada aos participantes. A participação é gratuita e o MIT Hacking Medicine analisa as inscrições conforme as recebe, com vagas limitadas.

Os desafios patrocinados pela Sanofi dentro do hackathon mais amplo se concentram em câncer e envelhecimento. O objetivo é promover o desenvolvimento de soluções inovadoras entre profissionais de várias áreas e empreendedores para que busquem o cuidado para pacientes idosos com câncer levando em consideração suas necessidades e desafios únicos, com o propósito de dar às pessoas com câncer a melhor chance possível de envelhecer.

O MIT Hacking Medicine nasceu em 2011 e tem o objetivo de acelerar o desenvolvimento de novas soluções de saúde. Multidisciplinar, o grupo reúne engenheiros, médicos, enfermeiras e até mesmo pacientes. Organizando hackathons, workshops de design thinking e outros eventos, o MIT Hacking Medicine já colaborou com a criação de mais de 50 empresas.

Deixe uma resposta