Financiamento imobiliário corrigido pela poupança é a nova opção para compra da casa própria

O banco Itaú lançou nova linha de crédito imobiliário na qual a taxa de juros acompanha o rendimento da poupança.  A taxa de juros é variável e será composta pela soma do rendimento da poupança mais 3,99%.   

Segundo a instituição, a nova linha de financiamento está disponível no Sistema de Amortização Constante (SAC), que funciona abatendo parte do valor pago nas parcelas diretamente do saldo devedor. Neste sistema a parcela é dividida em cotas, a cota de amortização será sempre fixa em relação ao saldo devedor.

 A advogada Daniele Akamine, da Akamines Advogados e Negócios Imobiliários e especialista em Economia da Construção Civil ressalta que é sempre positivo o consumidor poder contar com novas linhas de financiamento imobiliário, porém, as regras do financiamento devem estar claras na hora da contratação.

“O financiamento imobiliário é uma operação de longo prazo e um aumento percentual na taxa de juros, mesmo que pequeno, pode afetar o valor mensal da prestação de maneira significativa”, afirma. 

A modalidade estará disponível para novos financiamentos de imóveis residenciais, com financiamento de até 82% do valor de avaliação do imóvel, em até 30 anos. O teto do financiamento é de 10.16% a.a., caso a Taxa Selic suba.

Deixe uma resposta