No Dia Mundial da Alimentação Saudável, empresa dá dicas de receitas nutritivas e sustentáveis e lança horta comunitária

O Dia Mundial da Alimentação é comemorado hoje (16 de outubro) em diversas partes do mundo com o objetivo de evidenciar o tema da alimentação saudável, acessível e de qualidade. A primeira celebração em 1981, abordou o tema “A comida vem primeiro”, e desde então se tornou uma data importante para consciencializar as pessoas, organizações e instituições sobre questões reativas à nutrição e à alimentação.

E diante do cenário preocupante que vivemos atualmente em todo o mundo, a Sodexo, líder mundial em serviços de Qualidade de Vida alinha sua expertise em alimentação e a missão de levar mais saúde, segurança e bem-estar às pessoas para implementar uma série de ações data para dar luz à bandeira da alimentação saudável e sustentável. Em relatório divulgado no mês de setembro, a FAO aponta que, em escala global, a insegurança alimentar moderada ou grave aumentou e atinge agora 25,9% da população. O tema ganha ainda mais espaço com a publicação de dados alarmantes, que indicam o aumento da obesidade (metade dos brasileiros está acima do peso), colesterol (18,4 milhões de brasileiros correm o risco de ter problemas cardíacos agudos) e hipertensão (mais de 1/4 dos brasileiros sofre com a condição) no País.

Além disso, a data, promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), ressalta a importância de as pessoas terem mais atenção às práticas alimentares e como suas escolhas impactam não somente a saúde, mas o meio ambiente. O desperdício de alimentos durante o processo de colheita, transporte, estocagem e transformação é calculado em 13,8% da produção globalmente. Na América Latina, o percentual chega a 11,6% do total. Ainda de acordo com a FAO, aproximadamente 30% de tudo o que é produzido para consumo da população é descartado, sendo o arroz (22%), a carne bovina (20%) e feijão (16%) os mais desperdiçados.

Por isso, um dos compromissos da Sodexo com a sociedade é o Better Tomorrow 2025, um Guia de Responsabilidade Corporativa que formaliza metas da companhia a serem atingidas até o ano 2025. Estruturado em conformidade com os objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS) e com o propósito de melhorar a qualidade de vida de colaboradores e todos aqueles com que a empresa se relaciona, essa diretriz de atuação visa contribuir para o desenvolvimento econômico, social e ambiental das comunidades, regiões e países onde operamos. Baseado em três papeis desempenhados pela Sodexo, o Guia se desdobra em nove compromissos para reforçar a cultura do comportamento responsável em todos os negócios, sendo os principais dentro do cenário de insegurança alimentar:

– Promover e encorajar nossos consumidores a terem um estilo de vida saudável;

– Combater a fome e a má nutrição;

– Apoiar a utilização dos recursos sustentáveis.

Nova horta comunitária em Paraisópolis

(…)

Alimentação saudável é questão de equilíbrio

Pensando ainda na importância de promover a alimentação saudável e combater o desperdício de alimentos, a Coordenadora da Nutrição Clínica da Sodexo On-site Brasil, Paula Quitério Oliveira, trouxe algumas dicas importantes. Para ela, a alimentação é muito mais complexa do que somente sentar-se à mesa e ingerir os alimentos disponíveis. É necessário equilibrar a ingestão de nutrientes para não ter falta ou excesso deles.

“Nenhum extremo é saudável, por isso ao optar por um cardápio balanceado no dia a dia, considerando proteínas (carne vermelha, frango, peixe e ovo), leguminosas (feijão, lentilha, ervilha), cereais (arroz, aveia), verduras (escarola, couve, espinafre, agrião), legumes (cenoura, inhame, batata) e frutas (laranja, pera, maçã), é possível garantir uma variedade importante de nutrientes”, explica a nutricionista.

As frutas e cereais são fontes de vitaminas, potássios, fibras, e ajudam a abaixar o nível de colesterol ruim no organismo. Eles podem ser consumidos separados ou juntos, em saladas de frutas, vitaminas ou acrescentados em iogurtes. “A união de mamão e chia, por exemplo, é perfeita para o café da manhã ou lanche da tarde. Ela possui poucas calorias, previne o câncer e fortalece o sistema imunológico. Para beber, a vitamina de abacate e aveia ajuda a melhorar a saúde cardiovascular, diminuindo os riscos de complicações no coração”, afirma a especialista.

Os carboidratos são a principal fonte de energia do corpo e devem ser consumidos regularmente e em intervalos frequentes, para satisfazer as necessidades energéticas do organismo. Por isso, alimentos como pães, inhame, mandioca, batata-doce, arroz, milho, entre outros tubérculos e raízes, precisam estar presentes na nossa alimentação. E, sempre que possível, consuma os alimentos na sua forma integral, assim você aumenta a ingestão de carboidratos complexos que são as fibras, as quais ajudam no funcionamento do intestino.

Já os alimentos ultra processados, como biscoitos recheados, “salgadinhos de pacote”, refrigerantes e “macarrão instantâneo” devem ser evitados, pois são nutricionalmente desbalanceados.

Deixe uma resposta