A Coluna do Roberto Maciel (quinta-feira, 26.11): Ser campeões de #fakenews é o que nos resta

O título que o Brasil ostenta: campeão de fake news
Se você está saudoso dos dias (até recentes, admita-se) em que o Brasil era celebrado como uma das maiores economias do planeta, em que se destacavam a inclusão de famílias na economia, políticas públicas alimentares, habitacionais, educacionais, de saúde, contra o racismo e de democratização da cultura, saiba: o que era ruim tem sempre uma possibilidade de piorar. Além de não haver mais nem vestígios de ações dessas naturezas no País, a visibilidade nacional deu uma guinada radical. Veja só essa: um estudo da International Fact Checking Network, rede de jornalistas que se dedica a analisar a veracidade de notícias, aponta que o Brasil é campeão em compartilhamento de fake news sobre a eficácia de medicamentos contra a covid-19. Isso mesmo. Lideramos a lista de distribuição de notícias falsas num momento em que a verdade é vital.

Fala

Rodrigo Maia reúne apoio do centrão e da esquerda pela presidência da  Câmara - Política - iG


Especialista em inócuas notas públicas, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara federal, soltou mais um texto – agora em solidariedade à família e aos amigos de João Alberto Silveira Freitas, homem preto assassinado por espancamento por seguranças de uma loja dos supermercados Carrefour em Porto Alegre (RS). Maia cobrou “o peso da lei” para punir quem promove o ódio e o racismo. “A cultura do ódio e do racismo deve ser combatida na origem, e todo peso da lei deve ser usado para punir quem promove o ódio e o racismo”, escreveu. Apesar da pouca eficiência ou da esterelidade do texto do parlamentar, deve-se observar que ele foi mais longe do que o presidente Jair Bolsonaro – que não fez manifestação nenhuma sobre o episódio horripilante – e do que o vice, Hamilton Mourão, que teve a coragem de abrir a boca para dizer que não existe racismo no Brasil.

Verde-amarelo
O jornalista Ancelmo Gois, do O Globo, diz que o levantamento concluiu que mais de 70% das fake news criadas sobre a cloroquina, remédio defendido por Jair Bolsonaro contra o coronavírus, embora sem comprovação científica para essa finalidade – pior: com indicações de que pode ser nocivo – tiveram origem no Brasil.

São José Digital

Governo do Ceará terá financiamento de 150 milhões para o Projeto São José  III - Governo do Estado do Ceará


O Governo do Ceará lançou ontem (quarta-feira, 25.11) o Projeto São José IV – uma reedição de política criada ainda em gestão de Tasso Jereissati. O governador Camilo Santana (PT) aproveitou a transmissão da solenidade em redes sociais para apresentar o balanço da principal ação direcionada à agricultura familiar. O Estado prevê investimento de US$ 150 milhões em segurança hídrica, inclusão produtiva e assistência técnica. O prazo das atividades se estenderá pelos próximos cinco anos.

Corrida
Os deputados estaduais do Ceará, mesmo com a lentidão imposta pela pandemia e pelas eleições, estão tentando limpar a pauta deste ano. E programaram uma mini-maratona para chegar a 22 de dezembro, quando começa o recesso parlamentar, sem matérias pendentes na pauta. Note-se: até domingo que vem, 29.11, segundo turno da votação para prefeito, a Casa respira a expectativa de mudar mais dois nomes – o do próprio presidente, José Sarto (PDT), que disputa a Prefeitura de Fortaleza com Wagner Sousa (Pros), e Vitor Valim (MDB), que está na corrida pela gestão de Caucaia.

Start
Tramita no Congresso Nacional projeto de lei complementar sobre o novo marco legal das startups e do empreendedorismo inovador. A proposta saio do Palácio do Planalto, após longa e penosa espera, e chega aos meios parlamentares por intermédio da Câmara dos Deputados.

Troco

Frota: "Peço que o povo brasileiro deixe de ouvir Olavo de Carvalho e passe  a ouvir Luciano Ayan" - Senso Incomum

Brigado com o bolsonarismo, o deputado tucano Alexandre Frota, um ex-ator pornô que se elegeu em 2018 para Câmara dos Deputados, pôs para tramitar projeto determinando que, em ações judiciais com pedido de reparação por danos morais eventualmente causados por jornalistas ou órgãos de imprensa na Internet, os juizados especiais cíveis no domicílio dos requeridos passarão a ter competência. Há quem avalie que a proposta seja um troco de Frota contra o chamado “Gabinete do Ódio” – que seria coordenado pelo filho do presidente da República, o vereador Carlos Bolsonaro, e que funcionaria em salas do Palácio do Planalto.

No ar
O canal Coluna da Hora está veiculando entrevista com a jornalista Juliana Lobo. Morando em Londres, Juliana traça um panorama sobre como os europeus assumem responsabilidades no combate à pandemia e como veem o Brasil nesse cenário. Inscrições, comentários e acionamento das notificações: https://www.youtube.com/colunadahora.

Na live
E sempre às terças e quintas-feiras eu e a jornalista Eveline Frota temos lives no Instagram, também com a marca “Coluna da Hora”. Começamos às 17 horas e nossos encontros com internautas duram uma hora. Pode-se acessar e participar da Coluna da Hora no Instagram pelos perfis @evefrota ou @robertoamaciel.

Alô!
Dê um oi pro Portal InvestNE. Usamos o e-mail portalinvestne@gmail.com e o número de WhatsApp +55 85 99855 9789.

Deixe uma resposta