Fintech dá dicas sobre como aproveitar os benefícios do 13º salário

No Brasil, muitos trabalhadores ficam na expectativa de receber o seu 13º salário, principalmente em um ano tão atípico quanto o ano de 2020 devido à pandemia. De acordo com a CLT, o 13º salário deve ser pago em duas parcelas, sendo a primeira com depósito até o fim de novembro e o valor a receber é proporcional a quantidade de meses trabalhados ao longo do ano.

Os meses de dezembro a janeiro são o período em que os consumidores mais gastam, impulsionado pelas festas de final de ano e férias,  de acordo com pesquisa da Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP). Mesmo com o número elevado de gastos que a época oferece, é possível utilizar o 13º salário para outros fins além das dívidas.

De acordo com o head de operações da fintech Simplic (www.simplic.com.br) – primeira plataforma de crédito pessoal 100% online do país, João Figueira, “Muita gente utiliza o 13º para pagar dívidas, mas ele pode ter outras funções no fim do ano, pode ajudar na ceia e nos presentes de Natal, por exemplo, já que o valor extra movimenta grande quantidade de recursos e aumenta as vendas nos comércios”, comenta.

O especialista separou algumas dicas de como esse benefício pode ser investido e usado de outras formas neste final de ano. 

1 – Ceia de Natal

O 13º pode ser utilizado para ajudar nos gastos da ceia de Natal. João indica que seja feita uma pesquisa de valores de cada item utilizado na festa, assim é possível comparar preços e aproveitar promoções. O Serviço de Proteção ao Crédito divulgou um estudo que mostra que quase 43% de brasileiros usará parte do 13º para compras natalinas.

2 – Presentes

Fim de ano é época de presentear as pessoas queridas. o 13º salário pode ser útil na compra dos presentes, que também devem ser escolhidos e pesquisados com antecedência. Quanto mais perto das datas comemorativas, mais altos os preços ficam. 

3 – Investimento

João também recomenda o investimento de uma parte do dinheiro, para que ele renda um pouco mais e possa ser útil em planos futuros, como viagens e aquisições mais caras. Segundo a Bolsa de Valores do Brasil, nos primeiros seis meses do ano, a bolsa atingiu o número máximo de investidores: 2,24 milhões.

4 – Não parcelar 

O head de operações finaliza indicando que não se deve parcelar compras feitas com o 13º salário, pois as parcelas podem durar muito tempo e o dinheiro pode ser necessário para outras despesas nesse período. Prefira realizar compras à vista.

Deixe uma resposta