Evento “El Ojo de Iberoamérica” divulga ranking das melhores agências de publicidade de 2020

Festival Internacional El Ojo de Iberoamérica divulga o ranking de Melhores Agências de Publicidade da Iberoamérica de sua 23ª edição, em que a Africa voltou a se afirmar como a campeã. Esse foi o segundo ano consecutivo que ela vence como Agência do Ano, repetindo um feito que até hoje apenas a AlmapBBDO, a Agulla & Baccetti e a Del Campo Nazca Saatchi & Saatchi haviam alcançado. É a terceira vez na história do El Ojo que a Africa é reconhecida como Melhor Agência, igualando-se a Agulla & Baccetti em número de conquistas.

“Estamos muito orgulhosos de receber o título de Agência do Ano pela terceira vez. Por compartilhar o mesmo espaço com algumas das agências que construíram e constroem a fama criativa latina. Quero agradecer ao Santiago, por manter a chama da criatividade acesa em um ano de pouca luz. Quero agradecer ao Juan Carlos Ortiz e a todo o pessoal da DDB Latina por sempre nos inspirar. Queria agradecer aos mais de 300 africanos que acreditam no poder da criatividade. Estamos muito felizes, mas também muito tristes, pois perdemos um gênio. Maradona não era apenas um gênio do futebol, foi um dos maiores ídolos da história do mundo e todos nós devemos muito a ele. Maradona nos fez perder o medo do mundo. Os brasileiros nos inspiraram a tentar ser melhores. Como criativo, nos motivou a acreditar que podemos ser globais sem perder nossa latinidade. Por isso, seremos eternamente gratos. Eternamente Maradona”, declarou Sergio Gordilho, Copresidente e CCO da Africa, ao celebrar o título.

No total, a Africa obteve 4 Gran Ojos e outros 47 troféus: 16 de Ouro, 17 de Prata e 14 de Bronze. A consistência, mais uma vez, marcou o resultado da Africa. Suas premiações foram conquistadas para sete clientes diferentes: AmBev, Folha de S. Paulo, Climate Reality Brasil, SporTV, Itaú, Natura e Movimento Go Equal.

“The most valuable news”, edição especial do jornal Folha de S. Paulo, impressa com todos os critérios usados na impressão de dinheiro, trazendo reportagens reais sobre os principais objetivos das notícias falsas hoje, conseguiu obter dois Gran Ojos (Gráfica & Via Pública e Produção Gráfica). Os outros dois Gran Ojos foram para “Stadiums food delivery” (The Especial Covid-19), para Brahma, e “Responsible billboard” (El Ojo Gráfica & Via Pública), para AmBev. Outra façanha da Africa neste ano foi ter conquistado dois Gran Ojos no mesmo prêmio, fato que aconteceu com “The most valuable news” e “Responsible billboard” em Gráfica & Via Pública.

Duas colombianas no Top 3

O segundo lugar no ranking das Melhores Agências da Ibero-América ficou com a agência colombiana MullenLowe SSP3. Liderada por Francisco Samper e Carlos Andrés Rodríguez, ela se destacou no El Ojo 2020 com 28 troféus: 2 Gran Ojos, 6 Ouros, 10 Pratas e 10 Bronzes. A agência também demonstrou consistência, com ideias reconhecidas para quatro clientes diferentes. Seus trabalhos mais marcantes foram “The beer cap project”, para a cerveja Aguila, e “Rebrand the Game”, para a Budweiser.

No Top 3 das agências do El Ojo o terceiro lugar foi para a Ogilvy Colômbia. No total, a agência liderada criativamente pelo chileno Juan Pablo Álvarez obteve 27 prêmios: 1 Gran Ojo, 5 Ouros, 10 Pratas e 11 Bronzes. O GP foi conquistado com “DNA discounts”, no El Ojo Eficácia. A peça, da Ogilvy Colombia e Ogilvy México para a Aeroméxico é sobre um programa que oferece descontos em voos a americanos que comprovarem por meio de um teste que possuem DNA mexicano. O valor do desconto dependeu do percentual de descendência mexicana. Por exemplo, uma pessoa que possui 15% da herança mexicana tem direito a um desconto de 15% e assim por diante.

Outra obra premiada da Ogilvy Colômbia foi “Manta madre”, para a Associação Viva. Permite que as mães das comunidades andinas acompanhem o desenvolvimento saudável de seus filhos usando um objeto ancestral, o “Sikinchi”, manta para carregar seus filhos com indicações de quanto devem medir as crianças em desenvolvimento saudável. “Manta Madre” ganhou 4 Bronzes, 1 Prata e 2 Ouros.

A quarta Melhor Agência do El Ojo 2020 foi a argentina Sioux & Cyranos, que tem apenas poucos meses de atividades. A agência, criada no meio do ano por Leandro Raposo, María López Chicheri e Roberto Lara, arrancou com o pé direito no El Ojo graças ao sucesso de “Billetes”, vencedor de 1 Gran Ojo de Melhor Ideia Latina para o Mundo e outros 12 troféus (4 Ouros, 5 Pratas e 3 Bronzes). O spot gira em torno de uma emocionante canção composta a quatro mãos entre a cantora e compositora espanhola Ele (música) e Leandro Raposo (letra) para a situação de emergência do Coronavírus. Além disso, a agência ganhou 2 Pratas e 1 Bronze com “Retratos” para o Bankinter.

A AlmapBBDO, agência que mais vezes comemorou o reconhecimento como Melhor Agência da Ibero-América (em sete anos: 2000, 2004, 2005, 2008, 2012, 2015 e 2016), ficou em quinto lugar este ano. No total, a agência liderada por Luiz Sanches obteve 12 troféus: 1 Gran Ojo, 5 Ouros, 4 Pratas e 2 Bronzes. O GP foi conquistado com “COMA – Uma Série Original de Getty Images”, no El Ojo Conteúdo. Trata-se da primeira série web criada exclusivamente com o banco de imagens da plataforma Getty Images.

Deixe uma resposta