A Coluna do Roberto Maciel (10.12, quinta-feira): Turismo se faz com passaporte

A conta de uma derrota poderia ter sido de Arialdo – o “sem passaporte”


O secretário do Turismo do Ceará não pode cumprir uma atribuição, entre muitas, para a qual é pago pelo contribuinte: viajar para mercados externos divulgando o Estado. Arialdo Pinho está sem passaporte, tomado pela Polícia Federal por determinação da Justiça. E até que é pouco, considerando os fatos que movem a mobilização da PF. Investigados na Operação “Onzenário”, que trata de irregularidades em empréstimos consignados a servidores estaduais, a partir de atos de quando era secretário do Governo na gestão de Cid Gomes (hoje senador do PDT), Arialdo e seu ex-genro, Luís Antônio Ribeiro Valadares de Sousa – o vulgo “Zé do Gás” -, caíram nas malhas da lei. Tivessem os federais se apressado e atuado antes da votação de 29 de novembro, é possível que o resultado das eleições municipais em Fortaleza fosse outro. E, se fosse, o custo poderia ser colocado na conta da dupla – independentemente de ser ou não culpada.

Cadê?
Não há no catatau de acusações contra Arialdo e “Zé do Gás” nenhum apartamento em Guarujá ou sítio em Atibaia. Também não há nenhum Deltan Dallaganol para fazer ilustração ficcional em powerpoint contra eles. Nem nenhum Sérgio Moro para bancar o salvador da pátria.

Resposta

O Senado aprovou, por 69 votos a três, projetos de decreto legislativo que suspendem os efeitos de portaria da Fundação Cultural Palmares que excluiu 27 personalidades negras do rol de homenageados pela instituição.  A matéria segue para a Câmara dos Deputados. Os PDLs 510/2020 e 511/2020 levam as assinaturas dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Humberto Costa (PT-PE). Foram relatados por Fabiano Contarato (Rede-ES). Na justificação, são apontados vícios legais e motivação ideológica na portaria, que seria instrumento para atacar quem divirja do posiconamento político do governo Bolsonaro. Ou, tão grave quanto, para agredir covardemente quem é antirracista.

Ódio
A deputada federal paulista Bia Kicis (PSL) é prenha da invencionices para atacar a ciência ou aqueles que toma como adversários. Bia Kicis não tem pudor de criar “fake news” e é por isso que ela figura entre os investigados pelo Supremo Tribunal Federal por distribuir mentiras e discursos de ódio em redes sociais. Contrariada, Bia chegou a chamar de “juiz de merda” o então decano do STF, hoje aposentado, Celso de Melho.

Agulha
Pois note: só citamos a deputada na Coluna para lembrar que é dela a tese irresponsável de que vacinas contra a covid-19 podem alterar o DNA de quem as toma. Irresponsável e criminosa, já que põe em risco a vida de pessoas menos esclarecidas e mais sujeitas a manipulações. Bia Kicis tem a imunidade parlamentar a favor das mentiras que espalha. É uma “vacina” da qual ela não abre mão.

Frasista
Frase do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães (foto abaixo): “Há três semanas, visitamos alguns lixões. E o que a gente viu é algo que eu nunca tinha pensado que existisse. Pessoas morando nos lixões e vivendo no chorume”. Foi esse mesmo desorientado Guimarães que se disse disposto a matar policiais caso a filha dele fosse presa por desrespeitar o isolamento contra a covid-19: “Que pôrra é essa? O cara vai pro camburão com a filha. Se fosse eu, ia pegar minhas 15 armas e… ia dar uma… eu ia se… eu ia morrer. Porque, se minha filha fosse pro camburão, eu ia matar ou morrer”.

Na ponta do lápis
A informação é barra-pesada para um governo que, como o de Jair Bolsonaro, patina em índices econômicos miseráveis e, ainda por cima, tem de criar uma narrativa de que o melhor dos mundos é este em que o Brasil está atolado: os pedidos de falência no País avançaram 10,1% em novembro, na comparação com outubro, conforme a empresa de monitoramento do mercado Boa Vista. É o que de fato cresce, assim como o desemprego desenfreado.

Lado a lado
Na mesma mantida a base de comparação, os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas diminuíram 16,9% e 16,7%, respectivamente. A série histórica está em http://www.boavistaservicos.com.br/economia/falencias-e-recuperacoes-judiciais/

Olhe para o céu

Júpiter e Saturno deixarão marcas no 'cadáver' do Sol - Olhar Digital


Está previsto para o próximo dia 21 um fenômeno astronômico raro: a proximidade de Júpiter com Saturno fará com que os dois corpos celestes pareçam um planeta duplo. É algo que só se viu semelhante na Idade Média – quando se achava que a terra era plana.

Live
Sempre às terças e quintas-feiras eu e a jornalista Eveline Frota fazemos lives no Instagram, com a marca “Coluna da Hora”. Iniciamos às 17h, em encontros com internautas que duram uma hora. Pode-se acessar e participar da Coluna da Hora no Instagram pelos perfis @evefrota ou @robertoamaciel.

Contatos
Dê um oi para o Portal InvestNE. Nosso e-mail é portalinvestne@gmail.com e o número de WhatsApp é +55 85 99855 9789.

Deixe uma resposta