A Coluna do Roberto Maciel (quinta-feira, 17.12): Um horizonte responsável contra o #coronavirus

Um horizonte aliviante – ao menos isso
O Ceará deve receber ainda no próximo semestre – o primeiro de um ano que, espera-se, seja de fato novo e esperançoso – 1,7 milhão de doses de vacina contra a covid-19. A remessa inicial do produto será destinada a pessoas que integram os grupos mais vulneráveis ao coronavírus – profissionais de saúde, pessoas idosas e pacientes com comorbidades, como diabetes, além de indígenas, professores, trabalhadores das forças de segurança e salvamento, servidores do sistema prisional e população carcerária. A notícia, dada pelo próprio governador Camilo Santana (PT), é das melhores. Atravessando o atribulado e dramático 2020, o que se tem no horizonte é, no mínimo, aliviante.

BioNTech e Fosun Pharma vão fornecer 100 milhões de doses de vacina à China  | Empresas | Valor Econômico

Os grupos prioritários
Segundo Camilo, a meta básica do Estado é imunizar 95% dos grupos prioritários, somando 1.794.076 cearenses. Fala do governador: “A expectativa é que a gente já possa no mês de fevereiro iniciar essa vacinação, prioritariamente com os profissionais de saúde, pessoas idosas e com comorbidades. Há uma previsão de no primeiro semestre o Ceará receber 1,7 milhão doses”. Ele disse mais: “Mesmo o Ministério (da Saúde) tendo informado que está comprando 300 milhões de seringas e agulhas, também estamos comprando seringas, agulhas e refrigeradores para guardar as vacinas, porque, a partir do momento que o Estado as recebe, é responsabilidade nossa fazer toda a logística de distribuição”.

Perdas irremediáveis
Deve-se destacar a conduta de Camilo Santana em meio a toda a tormenta que desde fevereiro e março abala não apenas brasileiros e cearenses, mas o mundo inteiro. Camilo Santana se porta de modo firme e consequente – tendo sido ele, inclusive, contaminado pela infecção. Já somamos no País mais de 184 mil mortos. No Estado, anotam-se 9.857 óbitos. No planeta, há registros superiores a 1,650 milhão de mortes. Não são números frios, mas estatísticas que também abalam emoções, as quais servem até para orientar estratégias e retóricas preventivas. Pais, mães, filhos, maridos, esposas, amigos e conhecidos integram o vasto relato de perdas irremediáveis que temos agora de anotar.

O inimigo

Opinião: Caiu a máscara de Bolsonaro | Notícias e análises sobre os fatos  mais relevantes do Brasil | DW | 24.04.2020


A vacina não põe fim à doença. É preciso que seja vista, sim, como recurso para conter a doença, para proteger as pessoas de um vírus extremamente perigoso. Não somente de um microorganismo letal, mas de comportamentos irresponsáveis que permeiam cidadãos comuns e até autoridades que, como o presidente Jair Bolsonaro, têm obrigações moral e constitucional de manter a compostura e de dar bons exemplos, mas não as cumprem. Em oposição ao bom-senso, Bolsonaro em apresenta pública e despudoramente como aliado da doença, negando a prevenção necessária, xingando pacientes, humilhando famílias de vítimas e, por fim, tentando boicotar a vacina.

Cifras
Passou na Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa do Ceará a proposta de Lei Orçamentária Anual para 2021, estimando receita de R$ 29,530 bilhões para o Estado no próximo ano. Os deputados apresentaram 2.811 emendas ao projeto do Executivo, das quais 2.447 foram chanceladas pela Comissão. Boa parte se refere à saúde pública. O combate ao coronavírus assim determina.

Estrutura
A Câmara de Fortaleza já dispõe de um Complexo de Comissões. O espaço tem duas salas adaptadas para as reuniões parlamentares e um memorial do Legislativo. O prefeito eleito de Fortaleza, José Sarto (PDT), participou da solenidade de inauguração. Isso pode até parecer uma atividade banal, mas tem simbologia política relevante: afinal, indica uma positiva aproximação entre poderes municipais.

Estamos em lives
Às terças e quintas-feiras, eu e a jornalista Eveline Frota promovemos lives no Instagram. Usamos a marca “Coluna da Hora” e estamos iniciando os bate-papor às 18 horas. Os encontros com internautas duram uma hora. Pode-se acessar e participar da Coluna da Hora no Instagram pelos perfis @evefrota ou @robertoamaciel. Também mantemos na YouTube o canal Coluna da Hora (www.youtube.com/colunadahora). Há lá uma série de entrevistas com personalidades interessantes da vida local.

Chute

EXCLUSIVO: Neurologista explica que data para retorno do futebol é  'achismo' e volta aos treinos exigiria confinamento inédito no esporte |  Esporte Interativo


Para quem curte futebol, uma informação: a Câmara dos Deputados aprovou a suspensão, durante a pandemia de covid-19, dos pagamentos de parcelas devidas por clubes ao Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut). Um chute em obrigações, pode-se dizer. Há quem espere que o próximo lance seja o perdão das dívidas. Mas, a bem da verdade, deve-se lembrar que os clubes estão sem receita nos estádios.

Sua opinião é importante
Faça contato com o Portal InvestNE. Nosso e-mail é portalinvestne@gmail.com e o número de WhatsApp é +55 85 99855 9789.

Deixe uma resposta