Benefícios para funcionários incorporam assistência funeral

Os tradicionais pacotes de benefícios oferecidos pelas empresas a seus colaboradores vêm incorporando itens derivados de mudanças no comportamento social, ou de emergências como a pandemia da Covid-19. Os mais recentes são estrutura para home office, vale-automóvel e plano de assistência funeral. De acordo com a pesquisa “Melhores práticas para lidar com o luto no ambiente profissional”, apenas 37,1% dos trabalhadores já recebem assistência funeral como benefício na empresa em que trabalham. 

Oferecer benefícios voltados ao bem-estar e à valorização da vida gera forte reflexo na imagem que os funcionários têm da empresa, convertendo-se em maior engajamento e produtividade. “Percebemos um interesse crescente por esse tipo de serviço, tanto para benefício do trabalhador quanto do próprio caixa da empresa”, diz Luis Henrique Kuminek, diretor da Luto Curitiba, empresa com 30 anos de atuação, que nesse ano de pandemia lançou duas opções de plano funeral empresarial para atender à demanda vinda do mercado. 

Os planos foram formatados para atender as duas pontas da relação de trabalho – empregado e empregador – num momento delicado como o do luto, em que é preciso tomar de 60 a 90 decisões, sob forte pressão emocional e financeira. 

O funcionário e sua família são atendidos em todas as etapas de velório e funeral, a qualquer hora, em todo território nacional, sem que os procedimentos desequilibrem o orçamento doméstico. Uma cautela relevante diante do percentual de famílias endividadas no país, que chega a 67,5%, o maior percentual em 10 anos, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

O benefício também contribui para evitar pressão sobre as finanças do empregador. Colaboradores com esse tipo de emergência podem precisar de adiantamentos salariais ou de 13º salário que não estavam provisionados. “Os planos têm valores acessíveis, de R$ 4,50 a R$ 9,50 mensais por vida incluída, e o colaborador pode incluir familiares. Não há taxa de adesão, carência ou idade, nem número mínimo de pessoas para contratar. A empresa ainda pode definir o tipo de contrato, com ou sem coparticipação”, explica Kuminek.   

No caso da Luto Curitiba, os titulares e os beneficiários ainda têm acesso a um clube de vantagens, que garante descontos de até 40% em cerca de 4 mil lojas online e físicas de todo o país, assim como cashback para compras.

Os planos de assistência funeral são diferentes dos seguros de vida. Em geral, os seguros têm um custo bem mais alto, estabelecem limite de idade, não cobrem óbitos ocasionados por determinadas razões (há algumas cláusulas restritivas para suicídio, por exemplo) e exigem que a pessoa passe por toda a burocracia de contatar funerárias, tomar decisões e realizar pagamentos, para só depois fazerem o reembolso das despesas.

Deixe uma resposta