Fintech Justa recebe certificação do CERC, cumprindo novo regulamento do BC

A fintech Justa foi certificada desde pelo CERC (Central de Recebíveis) entre as três entidades que registram todo o fluxo de pagamentos com cartões de crédito, o que aumenta a transparência e a segurança do processo.

O objetivo do BC com a essa norma é possibilitar que os estabelecimentos comerciais tenham acesso com mais clareza e controle sobre os seus recebíveis de cartões e possam utilizá-los como garantia para obtenção de crédito, a um custo menor, o que contribuirá para fomentar o mercado.

A Instrução Normativa 41, publicada pelo BC em novembro de 2020, determina que todas as empresas participantes do SFN, como bancos, fintechs, como a JUSTA, seguradoras e corretoras, devem ser homologadas por uma das entidades Registradoras habilitadas no país até hoje (17 de fevereiro).

Pelas novas regras do BC, todo o fluxo de pagamentos com cartões deve passar por uma Registradora. Assim, é possível avaliar a sua existência, a autenticidade e a qualidade das informações.

“Com a certificação do CERC, os comerciantes que usam a Justa devem perceber uma redução nos custos de empréstimos, por conta da segurança e maior previsibilidade entre quem empresta e recebe”, diz Eduardo Vils, sócio e fundador da Justa.

Deixe uma resposta