Fintech oferece novidades para o mercado e avalia ter crescido durante a crise

coronavírus impactou inúmeras empresas durante os últimos meses e, de alguma maneira, muitas acabaram perdendo clientes e lucro. Ainda assim, aqueles que conseguiram criar métodos inovadores e se adaptaram ao mercado, cresceram e transformar seus negócios, beneficiando consumidores e diversos setores.

Esse é o caso da fintech curitibana Certus Software, que logo no início da pandemia lançou uma plataforma que permite a antecipação de recebíveis com a taxa a partir de 0.5% ao mês, simples fácil e sem nenhuma burocracia.

Fábio Ieger, o CEO da empresa, explica que essa iniciativa foi pensada e colocada em prática para ajudar as pequenas empresas durante o período da pandemia. “Temos como missão reduzir a mortalidade das pequenas empresas e apesar da COVID-19 ter dificultado o trabalho de muitas pessoas, nós conseguimos oferecer possibilidades para que pequenas indústrias continuassem realizando suas atividades normalmente. Agregamos a nossa plataforma de gestão a antecipação de recebíveis com o menores juros do mercado, o que vem ajudando muitas empresas a se manterem ativas, possibilitou inclusive o pagamento dos salários de seus trabalhadores ”, relata.

É possível dizer que, por conta de todas as inovações que a Certus Software realizou durante a crise, conseguiu se reinventar e crescer. Atualmente, a empresa dobrou de tamanho e tem planos para aumentar cada vez mais.  

A plataforma lançada pela a startup para a antecipação de recebíveis é uma grande vantagem para as empresas, visto que a taxa praticada pelo mercado atualmente tem a média superior a 3.5%a.m., enquanto a oferecida pela Certus inicia em 0.5%a.m. “Em um momento em que muitas pessoas foram afetadas por tarifas abusivas e dificuldades financeiras, é fundamental apresentar soluções que se encaixam na realidade do pequeno empresário”, ressalta Ieger.   

O objetivo é fazer com que a Certus cresça ainda mais em 2021, levando credito acessível a milhares de pequenas empresas. “A projeção de crescimento é de dez vezes o seu tamanho atual. Ano passado tracionamos R$4Bilhões a meta para esse ano é passar de R$40Bilhões. Estamos finalizando um round de investimento, para cada vez mais poder ajudar as pequenas empresas.”

Atualmente temos diversas vagas de trabalho que vão desde atendimento, à engenharia de software e analistas de crédito”, o CEO finaliza.

Deixe uma resposta