“Me devolveu a sensação de estar vivo”, diz músico contemplado por ação solidária da marca DLT

O músico Ary Santos foi um dos contemplados por ação solidária da marca de confecções cearense DLT, que durante 30 dias está convidando 30 músicos para assinarem o som ambiente das lojas em Fortaleza, remunerando-os com cachê artístico. A ação acontece desde o dia 25 de fevereiro e deve seguir até 25 de março, com apresentações diárias que respeitam todos os protocolos de distanciamento e biossegurança para o combate à covid-19.

Músicos de diversos perfis de estilos musicais foram selecionados pela equipe da marca, que busca dialogar com a pluralidade de tribos que a DLT tem entre seus clientes. “É como vestir a DLT, me sinto em casa, leve e alegre. Sinto as cores vibrarem, as formas se encaixarem”, pontua Ary, lembrando de como a pandemia afeta os músicos. “Hoje somos a classe que mais sofre”, afirma.

Além do cachê, para Ary é importante a sensação de estar apresentando seu trabalho novamente. “Me devolveu a sensação de estar vivo, útil. Ver o meu canto alegrar as pessoas, me deu um combustível para continuar. Foi muito importante para mim, assim como deve ser para os meus companheiros. Agradeço muito por essa atitude da DLT de coração”, pontua.

Destaque pelo envolvimento com os principais eventos de música do Ceará, a DLT reforça o compromisso com o segmento e a possibilidade de oferecer uma renda a esses profissionais e também proporcionar novas experiências aos clientes.  “Com essa ação, queremos prestigiar tanto o nosso consumidor que já nos encontrava nos patrocínios das principais festas do Ceará e principalmente aquele artista informal que vai poder ganhar mais uma vitrine de seu talento e também receber uma remuneração por esse trabalho”, reforça Alexandre Vale, diretor-geral da DLT.

Deixe uma resposta