Há sistema perfeito de governo? Em “As Leis”, o filósofo Platão busca definir modelo de ordem jurídica ideal para o Estado

As Leis, última obra de Platão, lançada originalmente em 437 a.C., ganha uma nova versão publicação pela Editora Edipro composta por doze livros. A editora é a única que conta com a obra completa do filósofo no Brasil, já que o grupo editorial vem fazendo um trabalho de décadas na compilação e tradução destes textos.

Escrito em forma de diálogo entre dois personagens, Ateniense e Clínias, As Leis apresenta um conjunto de recomendações que um legislador deve impor aos cidadãos, no qual o filósofo busca definir uma forma perfeita de governo – que inclua tanto elementos da monarquia quanto da democracia.

Certamente o acesso a esse texto abrirá novas perspectivas de pesquisa e reflexão, e deverá ser mais um estímulo para a busca de uma organização política que conjugue a procura da ordem, expressa em forma de leis, com o respeito pelos valores espirituais e pelas necessidades naturais inerentes à condição humana, tudo isso subordinado à exigência eterna e permanente de busca da Justiça.”  (As Leis, P. 10, Dalmo de Abreu Dallari)

Com uma linguagem propriamente jurídica, Platão propõe um ordenamento jurídico ideal para um Estado projetado por ele. O pensador afirma ainda que todas as outras formas de governo são derivadas e que o Estado deve ser livre, racional e amigo de si mesmo. A profundidade de como é apresentada a temática, exaltada pela extrema maturidade filosófica, tornam este livro uma obra indispensável para os estudantes e estudiosos do direito, da filosofia e das demais ciências humanas. 

As Leis traz o prefácio do jurista e professor Dalmo de Abreu Dallari, ex-diretor da Faculdade de Direito da USP, além de incluir a consagrada numeração de Stephanus, da publicação referencial de 1578, localizada às margens do texto. Esta edição apresenta os dados biográficos e cronológicos de Platão e sua obra; um índice de conteúdo, com os principais temas detalhados ao longo do texto; um adendo sobre Protágoras, de autoria do prof. Alfred Weber, que apresenta os fundamentos do pensamento sofista e sua expressiva importância na história da filosofia. 

Deixe uma resposta