Conheça sete inovações da indústria contra a #covid19

Iniciativas públicas e privadas têm contribuido para o desenvolvimento de novas tecnologias para o enfrentamento à Covid-19. São projetos de inovação que contam com o financiamento e apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) para o diagnóstico, acompanhamento e tratamento da doença. Ao todo, os valores aportados superam a marca de R$ 40 milhões em mais de 60 projetos de inovação, alguns, inclusive, já estão no mercado.

Veja alguns exemplos:
Ventilador pulmonar (Inatel – MG) – O diferencial do projeto é o sistema de pressurização digital que deixa o controle de gases mais preciso e sem a utilização de ambu, que é um balão usado em emergência, mas que não atende todos os casos de insuficiência respiratória. 
Monitoramento de contágio (IFPB) – Criado por uma startup, software permitirá mapear, com uso de Inteligência Artificial, o risco de contágio do novo coronavírus no ambiente de trabalho e locais de grande circulação de pessoas. 
 Respirador da Nasa (Senai Cimatec BA) – Desenvolvimento em escala de um novo tipo de ventilador pulmonar. O aparelho, criado pela Nasa, é o primeiro a ser homologado no mundo e já obteve a homologação da Anvisa para produção industrial.
Teste rápido (IPT – SP) – Criado por uma startup, este teste tem espera máxima de uma hora para o resultado e sem necessidade de exposição ao ambiente hospitalar. Capaz de identificar a presença de material genético do coronavírus na saliva. Este modelo permite o diagnóstico em estágio inicial e evita a contaminação de outras pessoas.
Pulmão auxiliar (Eldorado SP) – Equipamento capaz de fazer a oxigenação do sangue de maneira extracorpórea. A tecnologia é pioneira no país e importante no tratamento de pessoas em estágio avançado da doença, funcionando como um pulmão auxiliar. 
Triagem remota (Instituto Senai de Inovação RS) – Uma nova tecnologia vai evitar que profissionais de saúde que atuam nas triagens de unidades hospitalares fiquem expostos no momento do atendimento inicial a pacientes que suspeitam de coronavírus. O sistema usa Inteligência Artificial para analisar o paciente de maneira remota a partir de sinais vitais e respostas a um questionário no momento da triagem.  
 Sanitizante natural (Instituto Senai de Inovação MS) – Desenvolvimento de sanitizante com ação antibactericida e antifúngica a partir do bio-óleo da macaúba, tipo de palmeira nativa brasileira com alto teor de óleo.
O produto poderá ser utilizado para esterilização de grandes áreas públicas, áreas comuns em estabelecimentos comerciais ou residenciais, calçadas ou transporte público.

Deixe uma resposta