Em novo decreto, prefeitura de João Pessoa (PB) libera atividades na orla marítima

A capital da Paraíba, João Pessoa, é conhecida como “a cidade onde o sol nasce primeiro”, pela sua posição geográfica na costa do Nordeste. E, apesar da pandemia da covid-19 provocar vários desafios, continua sendo um dos destinos mais seguros do Brasil. Atualmente, a Paraíba é o quarto estado brasileiro que mais vacinou a sua população proporcionalmente, com percentual superior a 10%.

Na cidade paraibana, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, seis grupos prioritários atingiram o quantitativo de 100% da meta de cobertura, chegando à faixa etária de 70 a 74 anos. Na cidade, mais de 130 mil pessoas já haviam sido vacinadas até esta quarta-feira (7.4), entrando na faixa de 60 anos e mais, além dos portadores de Síndrome de Down ou Transtorno do Espectro Autista.

Com esse cenário animador, João Pessoa tem sido uma cidade que permite aos turistas uma maior tranquilidade em relação a outras cidades mais próximas. Enquanto há uma série de restrições em áreas públicas e faixa de litoral nessas cidades, um decreto publicado na segunda-feira (06) pela Prefeitura Municipal abriu uma série de opções de lazer e de serviços aos visitantes e a população local.

O decreto liberou o uso da faixa de areia das praias e o banho de mar, bem como o uso da calçadinha para passeio e a prática de atividades físicas/esportivas se limitação de horário e sem aglomerações. Porém, continua proibida a utilização de barracas, cadeiras e consumo de bebidas alcoólicas, bem como estacionamento de veículos após às 16h.

Outra determinação da prefeitura beneficia os empresários do setor de bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência. Todos poderão funcionar das 6h às 22h, com ocupação de 30% de sua capacidade, podendo chegar a 50% com a utilização de áreas abertas. Fora desse horário, fica vedada a comercialização de qualquer produto para consumo dentro do estabelecimento.
A limitação de horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais não se aplica a restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres que funcionem no interior de rodoviárias, aeroportos, postos de combustíveis localizados nas rodovias.

O novo decreto também reabriu para a visitação pública dois atrativos turísticos de João Pessoa: o Parque Solon de Lucena (Lagoa) e o Parque Arruda Câmara (Bica), assim como as demais praças e parques públicos da cidade, o que permite a prática de atividades esportivas.

Para o secretário de Turismo de João Pessoa, Daniel Rodrigues, as medidas trazem um novo alento aos empresários do setor turístico, após duas semanas de atividades praticamente paradas em função do decreto anterior. Assim como o mundo trabalha para evitar a proliferação da covid-19, sem penalizar setores produtivos economicamente, o momento é de procurar salvar vidas, buscando manter as atividades com total segurança, usando máscara, álcool em gel e, principalmente, mantendo o distanciamento.A capital de

Deixe uma resposta