Instituto de Pesquisa publica nova edição do Farol da Economia Cearense, a primeira de 2021

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Estado, acaba de lançar a primeira edição de 2021 do Farol da Economia Cearense. A publicação, de 26 páginas, está dividida em cinco partes. A primeira apresenta as expectativas para o cenário mundial, enquanto a segunda mostra as perspectivas para o cenário macroeconômico brasileiro, observando aspectos como PIB, produção industrial, inflação, juros, câmbio, balança comercial e investimento.

Já a terceira seção traz as expectativas para a economia cearense e na quarta seção são apresentadas análises quanto a incerteza da economia e confiança de consumidores e empresários. E, por fim, na quinta e última parte é feita uma síntese das análises e perspectivas econômicas para o próximo ano. De acordo com o documento, a economia brasileira irá crescer 3,6% em 2021, projeção essa diferente da estimada no último relatório divulgado em outubro de 2020, de 2,8%. Já para a economia global, há estimativa de crescimento de 5,5%, em 2021, e de 4,2% em 2022. Após a atividade econômica de vários países, no ano passado, ter sido afetada pela pandemia de Covid-19, o ano de 2021 permanece com elevado nível de incerteza.

A série Farol da Economia Cearense surgiu concomitante com a nova Diretoria de Estudos de Gestão Pública (Digep) a partir das apresentações feitas ao Conselho de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (Cogerf) sobre indicadores econômicos e sociais do Ceará, bem como acerca do cenário macroeconômico nacional e internacional.

Deixe uma resposta