A Coluna do Roberto Maciel: Quantos filhos perderam as mães para a #covid19? Quantas mães ficaram sem filhos devido à doença, à omissão e à irresponsabilidade?

  • Domingo próximo é o Dia das Mães. A data tem raiz fortemente comercial mas, por razões evidentes, se uniu aos nossos melhores afetos e às nossas melhores recordações. É fato: a gente nem lembra dos interesses de venda quando tem tanto amor em cena. Mas, entre mais de 412 mil mortes por covid-19 no Brasil, você já imaginou quantos filhos deixarão de passar a data com as mães? Ou quantas mães terão a amarga tristeza de saber que nunca mais verão os filhos, carregados que foram pela doença, pela omissão e pela ação deliberada? Em casos assim, não há estatística que possa mensurar a dor. É melhor refletir, orar, lamentar e se indignar. E esperar pela justiça.

“E daí?” – “Não sou coveiro!” – “Chega de frescura!”
O que estamos expondo abaixo não é, admitimos, nenhuma referência da humanidade ou respeito. No entanto, é importante que se mostre a que nível desabaram os sentimentos neste País:

Tô nem aí
O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) perguntou na última terça-feira (4.5) e o ex-ministro da Saúde respondeu na bucha: o ministro da Economia, Paulo Guedes, “nunca se interessou” em procurar o Ministério da Saúde para ouvir explicações e dados sobre a pandemia. A morbidez de Guedes também se expressou com nitidez quando ele reclamou que as pessoas querem viver “100, 120 anos”.

Respeito
Frase do recém-empossado deputado estadual Diogo Barreto, delegado de Polícia Civil que assume vaga deixada por licença do comunista Carlos Felipe na Assembleia do Ceará: “Homenageio todos aqueles que perderam entes queridos. Estamos passando por um momento muito difícil, mas vamos acreditar em um futuro melhor. Quero dar o meu melhor, buscar soluções ao lado do povo e trilhar o caminho do bem”.

Desrespeito
Frase do deputado estadual Francisco Cavalcante, também delegado de Polícia Civil: “Cadê o tratamento preventivo contra a doença? Cadê o tratamento usado em hospitais particulares, que agora estão recebendo menos pacientes, nos hospitais públicos”. Cavalcante, como se nota, é entusiasmado integrante da Bancada do Vírus.

Direito de Família
A advogada Loane Farias Cordeiro (foto acima) tomou posse na última quarta-feira (5.5) na Comissão de Direito de Família da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). Ela exercerá atividades como membro consultivo. Loane, que integra o escritório Torres & Teodoro Advogados, foi empossada pelo presidente Erinaldo Dantas em evento virtual. Graduada em Direito pela Universidade de Fortaleza, Loane Farias integra o Instituto Brasileiro de Direito de Família, com expertise em Contencioso Estratégico Cível e atuação em Direito das Famílias e Sucessões.

Coluna da Hora
Recebi na última terça-feira o vereador Júlio Brizzi (PDT), na live semanal Coluna da Hora, no Instagram (@robertoamaciel). Atuante entre as juventudes, Júlio é estreante no meio parlamentar, embora seja um dos mais destacados entre as bancadas da Câmara de Fortaleza. Confira:

Podcast
As entrevistas da Coluna da Hora também estão disponíveis em podcasts nas principais plataformas de áudio, como Spotify e Anchor. Hoje, além da de Júlio Brizzi, entra no ar conversa com o jornalista Maurício Lima.

Escolha aqui:

BREAKER https://www.breaker.audio/coluna-da-hora-roberto-maciel

GOOGLE https://www.google.com/podcasts?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy81Nzk0NGNlMC9wb2RjYXN0L3Jzcw==

RADIOPUBLIC https://radiopublic.com/coluna-da-hora-roberto-maciel-G4OwnD

SPOTIFY https://open.spotify.com/show/7K2jicVkzRVoePNumXUTIw

Deixe sua opinião
Você pode fazer contato com o Portal InvestNE. Nosso e-mail é portalinvestne@gmail.com e o número de WhatsApp é +55 85 99855 9789.

Deixe uma resposta