Fintech recebe aporte de R$ 800 mil

A fintech Baduk [https://www.baduk.vc/], que oferece crédito para micro empreendedores individuais, recebeu o aporte de R$ 800 mil em uma rodada pre-seed liderada pela rede Anjos do Brasil. A startup disponibiliza empréstimos a partir de R$ 200 até R$ 2 mil, com prazo de até 30 dias para pagamento. A base de usuários, formada inicialmente por empreendedores de São Paulo que mantêm pequenos restaurantes, salões de cabeleireiro e estúdios de tatuagem, por exemplo, cresceu 540% entre outubro de 2020 e abril de 2021. Já o número de empréstimos aumentou 200% nos primeiros quatro meses desse ano.

Criada dentro de uma disciplina do curso de administração da FGV e acelerada pela GVentures, a Baduk já havia recebido, em 2019, o aporte de R$ 200 mil da WOW, aceleradora composta por uma rede de mais de 220 investidores. Os novos recursos captados serão aplicados em tecnologia e melhorias na operação, incluindo a ampliação da equipe. A expectativa da empresa é quadruplicar seu quadro de colaboradores até o segundo semestre de 2022, que hoje conta com uma equipe de sete pessoas.

“Com a suspensão de todos os serviços não-essenciais, muitos empreendedores perderam sua principal fonte de renda. Quando a pandemia for controlada, muitos trabalhadores que empreendem pequenos comércios, e que hoje estão passando por dificuldades, retornarão às suas atividades e precisarão de crédito. Queremos estar prontos para essa demanda”, diz André Szapiro, cofundador da Baduk.

Para Angélica Nkyn, investidora líder, a Baduk tem muito a crescer com o novo aporte. “Enxergamos, após extensa avaliação da empresa, um ótimo potencial da Baduk no setor de microcrédito, uma das maiores dores das MPEs: acesso rápido ao crédito para o capital de giro. Um mercado competitivo e que requer compromisso, inovação e criatividade, atributos que identificamos nos sócios fundadores”, afirma.

Nascida com a proposta de gerar impacto social, a Baduk considera o momento oportuno para a consolidação de empresas que oferecem microcrédito, desde que consigam se destacar além dos empréstimos monetários, principalmente considerando a concorrência com bancos de varejo. Para isso, a fintech possui convênios com corretoras de seguros que dão vantagens especiais aos seus clientes, como seguro odontológico a partir de R$ 18 por mês. “Queremos agregar mais valor do que somente oferecer dinheiro”, explica André.

Deixe uma resposta