Pesquisa para diagnóstico e análise de cenário do TCE-CE pode ser respondida até amanhã (12.5)

Os jurisdicionados ao TCE Ceará e a sociedade em geral podem responder, até esta quarta-feira (12/5), a pesquisa de “Diagnóstico Organizacional e Análise do Cenário Atual da Instituição”. A iniciativa faz parte da segunda etapa da elaboração do Planejamento Estratégico 2021-2026 (formulação dos projetos estratégicos), coordenado pela Secretaria de Governança (SecGov) do Tribunal. O questionário pode ser acessado e respondido por meio deste link.

Transparência, Comunicação Institucional, Controle Social, Fiscalização, Sustentabilidade, Governança, Sistemas do TCE Ceará, a atuação da Ouvidoria e da Escola de Contas Instituto Plácido Castelo (IPC) são alguns dos tópicos indicados no formulário. Esta é a quarta vez que esta Corte de Contas elabora um planejamento estratégico a longo prazo.

De acordo com o secretário de Governança, Auriço Oliveira,  “a participação de todos é importante não só para a instituição, mas para cada um individualmente. Podem ser apresentadas ideias e expostas opiniões a fim de que as possibilidades sejam consideradas na análise, o que possibilitará o desenvolvimento de planos e estratégias que sejam assertivos e tragam resultados positivos e vantajosos para todos”, ressaltou.

Ao final da pesquisa, os dados serão reunidos e apresentados na próxima etapa do Planejamento, com data e modalidade a serem definidas pela Secretaria de Governança, de acordo com as diretrizes de funcionamento do TCE Ceará. A SecGov informa que não serão registrados os dados de identificação dos participantes.

Plano Estratégico (PE) do Tribunal de Contas do Estado do Ceará para o período de seis anos (2021-2026) foi aprovado e instituído por meio da Resolução Administrativa nº 01/2021, no qual foi redefinida a identidade organizacional, contemplando o propósito, a missão, a visão, os valores, bem como definidos as perspectivas, os objetivos, os indicadores e o mapa estratégico do TCE Ceará.

Clique aqui e responda a pesquisa.

Deixe uma resposta