Todo banco quer ser um marketplace. Por quê?

Artigo de Fábio Murakami, diretor de Produtos da Hub Fintech:

Provavelmente você já deve ter acessado o aplicativo do seu banco e se deparado com a venda de serviços não financeiros ou de produtos. Pode até ter estranhado ao encontrar a logomarca de empresas de varejo, aluguel de carros, hospedagens etc. O fato é que cada vez mais toda organização quer ofertar um marketplace. Por quê?

Não é de hoje que existe uma movimentação muito forte no mercado das instituições ampliarem sua oferta de serviços, irem além do escopo tradicional. Isso acontece de diversas formas: tanto de empresas varejistas oferecerem serviços financeiros, por exemplo, ou bancos se associando a varejistas para venderem seus produtos. O objetivo é um só: oferecer mais comodidade e facilidade para o usuário encontrar diversos produtos e serviços em uma única plataforma.

O interesse dos bancos nesse tipo de serviço é o de manter o seu usuário por mais tempo no seu próprio sistema, criando mais ofertas de determinados produtos do portfólio. Quanto mais o usuário navega pela aplicação, mais chances de manter as transações financeiras “dentro de casa”, além da oportunidade de criar vantagens para quem se relacionar por ali. Existem muitas possibilidades do que oferecer, entre elas, participar de programas de fidelidade, ter acesso a descontos exclusivos e muito mais.

Outra vantagem para as instituições financeiras é justamente de passar a entender ainda mais o comportamento do seu cliente. Ele tem, em tempo real, a oportunidade de ver como seus usuários consomem o dinheiro deles, em quais tipos de serviços ou produtos, as formas de pagamentos mais favoráveis para cada um, entre outros dados. São informações valiosas que facilmente ajudarão na elaboração de propostas cada vez mais personalizadas e mais aderentes às necessidades daquela pessoa.

Os benefícios também envolvem os parceiros, que ganham mais visibilidade e passam a ter um aumento significativo nas vendas, afinal, são transações que apresentam mais oportunidades de criação de negócios e receitas adicionais quando feitas com a oferta de financiamentos. Já para o cliente, ele se beneficia por ter uma grande variedade de serviços e produtos à sua disposição numa plataforma única. Sem falar na sensação de segurança, afinal, quem não se sente mais protegido em comprar um produto pela internet através do sistema de um banco?

A tendência é que se torne cada vez mais comum os bancos irem além dos serviços financeiros e firmarem diversas parcerias de interesse para trazer mais vantagens e agilidade para os seus clientes. Atualmente não faltam tecnologias e recursos para proporcionar essa facilidade aos interessados, mas é preciso de um fornecedor capacitado e experiente em meios de pagamentos para fazer essas integrações, privilegiando a segurança, a transparência e a boa experiência do consumidor.

Deixe uma resposta