Feira Virtual de Franquia quer estimular negócios no Nordeste com oportunidades a partir de R$ 4 mil

Para conectar interessados em empreender com redes de franquias, será realizada amanhã (20 de maio, quinta-feira) a 13ª edição da Feira Virtual de Franquias (FVF). Promovido pela NX Franquias – Núcleo de Expansão de Franquias, o evento contemplará os Estados do Nordeste: Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte.

A feira on-line acontecerá por meio da plataforma Zoom onde os participantes – com horários pré-definidos – se encontrarão com os representantes das marcas. “Eles poderão conhecer melhor as empresas, tirar dúvidas, entender os detalhes, e basicamente ter uma conversa ‘olho no olho’, mas com vantagens! O virtual economiza tempo, não exige investimentos de hospedagem, passagens, entre outros, além de ser muito confortável, já que será possível participar sem sair de casa. Com certeza, uma excelente oportunidade para quem quer ter seu próprio negócio”, comenta Ricardo Branco, diretor executivo do evento.

A feira reunirá cerca de 30 marcas expositoras. E segundo o diretor, as condições especiais oferecidas por essas empresas prometem gerar muitos negócios: há franquias que oferecerão o royalties como cortesia, outras atuarão com parcelamentos a longo prazo, algumas com grandes descontos, e até mesmo, isenção na taxa de franquias.

Milhões transacionado

Criada em julho do ano passado, a FVF acorre mensalmente com foco em cidades e estados diferentes, e, até o momento, já reuniu mais de 25 mil empreendedores, gerou mais de 500 negócios, movimentando mais de R$3 milhões. Nesta edição que atende o Nordeste, Branco tem grandes expectativas. “Acreditamos na participação de mais de 1.000 inscritos e, como resultado, a geração de pelo menos, 50 negócios transacionados”, relata.

Empreendedorismo em alta

O cenário do empreendedorismo no Brasil impulsiona a convicção do diretor pelos resultados positivos. Segundo o relatório anual do GEM, Global Entrepreneurship Monitor, considerado o maior estudo contínuo sobre o empreendedorismo no mundo, realizado em parceria com o Sebrae, o Brasil bateu recorde com maior número de novos autônomos e empreendedores nos últimos 20 anos em 2020, onde cerca de 25% da população adulta adotou o próprio negócio como formato de trabalho.

De acordo com o Ministério da Economia, no ano passado, 1,044 milhão de empresas foram fechadas aqui no país, em contra partida, 3,359 milhões foram abertas, registrando um salto positivo de 2,315 milhões de novos negócios.

Os dados demonstram o comportamento do brasileiro: em tempos de crises e recessão econômica, é comum que muitos recorram ao empreendedorismo por necessidade, como alternativa de ocupação e renda. Em alguns casos, a circunstância se torna até mesmo o estímulo necessário para quem sempre sonhou em empreender, mas por diversos motivos, não se arriscava.

Franchising é opção para quem quer segurança

Entre as categorias de negócios, o franchising acaba se tornando opção de escolha para muitos empresários, pelo fato de proporcionar mais “segurança”. Ou seja, em troca do investimento, o modelo oferece suporte e know-how. Assim, o franqueado já começa seu próprio negócio com orientação e ajuda para gerenciar a empresa, prospectar clientes, criar estratégias de marketing, entre diversas outras frentes.

Inclusive, o sistema tem se tornado cada vez mais popular no Nordeste.  O último levantamento realizado pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), a região teve um crescimento de 8% no número das unidades abertas no segundo trimestre de 2020, com 4.504 operações, enquanto que, no mesmo período de 2019, esse número representava 4.178 unidades. O número de redes também subiu, passando de 555 em 2019 para 581 marcas, um aumento de 5% durante o período analisado.

Microfranquias – opção barata de negócios

E nesse universo do franchising, as microfranquias fazem sucesso no mundo todo por exigir baixo investimento (até R$ 90 mil). Padrão que deve se repetir na feira assegura Ricardo. “Principalmente diante deste contexto pandêmico, onde as pessoas querem ter um negócio para garantir uma renda, mas investir pouco capital, pois sentem a necessidade de obter uma reserva para casos de emergência”, salienta.

No encontro haverá negócios com investimento inicial a partir de R$4 mil, como é o caso da Pede.Ai, uma plataforma de delivery com foco em cidades pequenas. O investimento na marca varia de R$4 mil a R$10 mil (depende do tamanho da cidade), e a operação não exige estrutura física, estoque e funcionário. Nessa marca, o franqueado atua como licenciado. O negócio está focado em cidades de pequeno porte com até 80 mil habitantes. Hoje a rede atua em mais de 118 cidades do Nordeste. 

A rede de franquias Koinz Cashback, que também atua no setor de tecnologia, é uma fintech de meios de pagamento que atua no mercado há mais 6 anos, em especial no Nordeste. A rede desenvolveu um ecossistema que ajuda os estabelecimentos comerciais a venderam mais e melhor, e para o consumidor um app que devolve parte do dinheiro das compras do dia a dia. Em expansão através do modelo de franquias home-based, cidades com mais de 50 mil habitantes já podem receber uma unidade. O investimento é a partir de R$ 14 mil. A rede oferece aos franqueados treinamento inicial on-line e acompanhamento presencial em campo.

Outra negócio de baixo custo presente na feira é a Orgânica – Body & Spa, uma franquia de cosméticos naturais e acessórios ecológicos. Com custos a partir de R$9 mil, oferece ao mercado um modelo de negócio on-line, ou seja, o franqueado atua com uma loja virtual promovendo as vendas dos produtos da rede. Mas apesar disso, ele não precisa de estoque, já que a Orgânica fica responsável por entregar os pedidos nas casas dos clientes. Há também o modelo Express com investimento de R$ 25 mil, onde franqueado atua home office e delivery com o auxílio de um carrinho de produtos que permite atuar onde desejar.

Ainda na pegada sustentável e custos baixos, os aspirantes a empreendedores encontrarão também no evento, a Acquazero Eco Wash – especializada em estética automotiva ecológica. Com quatro modelos de negócios, a partir de R$18 mil já é possível se tornar um franqueado. Neste caso, atuante no modelo home office, cuja definição, permite ao franqueado realizar os serviços limpeza ecológica automotiva e residencial no formato delivery.

Como participar

Para participar basta entrar no site (www.feiravirtualdefranquia.com.br), escolher as marcas que tem interesse em conhecer, e fazer um cadastro no dia e horário da reunião. Os inscritos podem participar de quantas reuniões desejarem.

Deixe uma resposta