Mascote de escolinha de triathlon em Caucaia (CE) é exemplo de dedicação

O triatleta mirim Jackson de Sousa Oliveira, de apenas 8 anos, lembra um pouco a história de Davi contra Golias. O menor em tamanho na turma da Escolinha Aeris de Triathlon Formando Campeões, em Caucaia, é o mais veloz e resistente. Na corrida e na bike, vence todos os meninos mais velhos. Mas o que fez dele o mascote da equipe foram a disciplina, o foco e a educação, valores que o projeto busca ensinar por meio do esporte, para formar campeões na vida.

A dedicação do jovem Jackson foi tanta que logo chamou a atenção dos professores, desde que entrou para a equipe, no ano passado. A dificuldade inicial para nadar logo foi superada. Tanto na bike quanto na corrida, mostrou velocidade, habilidade, equilíbrio, atenção e resistência física.

“Até para a idade e o tamanho dele, é um menino muito disciplinado. É sempre o número um na corrida. No ciclismo, o que mais impressiona é que tanto faz andar numa bike de aro 26 ou 29, pois ele sempre se destaca. Ele é, também, muito educado e altamente concentrado. Tem potencial até para se tornar um atleta de ponta.”, elogia a professora Leidy Serafim. 

Jackson traz de casa a determinação, o foco e a vontade de aprender. Também aluno da Escolinha de Triathlon e um dos destaques da equipe, o irmão mais velho Jailson é uma inspiração. Jailson é um atleta nato: já praticou jiu jitsu, capoeira, handebol e futsal, hoje surfa e sonha em representar o Brasil em competições internacionais de triathlon. Já o pai, que sustenta todos os cinco filhos com a pesca, é o exemplo de dedicação e empenho.

“O Jackson sempre gostou muito de pedalar e correr, e sempre tentando superar seus limites. É muito focado nos estudos. O triathlon o ajudou a ter mais calma para alcançar os seus objetivos, tanto na escola como no esporte. Nós treinamos em horários diferentes, mas sempre conversamos, e dou muita força a ele. E nosso pai sempre entendeu e apoiou muito a importância do esporte na nossa vida”, conta Jailson, destacando o apoio familiar como fundamental para o desenvolvimento dos dois. 

Formando Campeões na Agenda 2030

Promover uma educação de qualidade por meio do esporte é uma das grandes missões da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Além dos exercícios físicos, os professores também transmitem aos alunos valores como disciplina, foco, respeito e dedicação aos estudos.

Esse também é um dos objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), com a qual o projeto está comprometido.

A Agenda 2030 tem 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, entre eles a erradicação da pobreza, conquista da saúde e bem-estar, educação de qualidade para todos e igualdade de gêneros. A Escolinha busca atingir esses objetivos de forma individual, com ações de conscientização com os alunos, e coletiva. Faz parte do projeto a preocupação com uma educação escolar de qualidade e a adoção da igualdade de gêneros no número de alunos e professores.

Formando Campeões

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões, iniciada há cinco anos em Curitiba (PR), é hoje um modelo de formação da modalidade no País. Idealizado pelo atleta olímpico curitibano Juraci Moreira, contempla cerca de 580 crianças e adolescentes em 13 núcleos espalhados por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

Em Caucaia, os alunos do projeto têm aulas de triathlon englobando as três modalidades do esporte (natação, ciclismo e corrida), de segunda a sexta-feira. Os alunos contam com uniformes, bicicletas e capacetes, além de serem orientados por professores de educação física auxiliados por monitores.

A Escolinha Aeris de Triathlon Formando Campeões é viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, programa da Secretaria Especial do Esporte, Ministério da Cidadania e Governo Federal, com a execução da Federação de Triathlon do Ceará. A Aeris é a patrocinadora exclusiva do projeto.

Deixe uma resposta