Dicas para solicitar a aposentadoria com ajuda do planejamento previdenciário

Não planejar a aposentadoria continua sendo um erro de muitos trabalhadores. A reforma da previdência, com vigência a partir de 13 de novembro de 2019, também resultou na incerteza do melhor momento para se aposentar, isso porque diversas regras são desconhecidas por muitos cidadãos. Segundo  o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acumula, neste início de 2021, cerca de 1,7 milhão de pedidos de benefícios a serem analisados, sendo que 498 mil destes processos estão em exigência, aguardando alguma documentação do segurado para que o órgão possa concluir o procedimento.

Para esclarecer dúvidas e ajudar a entender a hora certa de solicitar o benefício, Átila Abella, especialista em direito previdenciário e cofundador da startup Previdenciarista – plataforma que oferece ferramentas para automatizar e otimizar as análises previdenciárias – lista seis dicas que podem auxiliar o contribuinte na decisão de pedir a concessão da aposentadoria. Confira:

O que é um planejamento previdenciário

O planejamento previdenciário é uma pesquisa aprofundada sobre o histórico do contribuinte, que aponta as possibilidades existentes para um trabalhador se aposentar. Essa análise leva em conta o perfil do trabalhador e os objetivos futuros. Com esse tipo de planejamento, é possível evitar prejuízos com recolhimentos e aumentar as chances de conseguir o melhor tipo de benefício.

Regras para solicitar a aposentadoria

Com as novas regras da reforma da previdência em vigor, alguns requisitos para solicitar a aposentadoria também foram alterados. Veja algumas dessas mudanças:

Aposentadoria por Idade: Para homens, a aposentadoria por idade continua prevista aos de 65 anos, já para as mulheres, a idade aumentou de 60 para 62 anos com a reforma da previdência. Mas a mudança está sendo progressiva, pois desde 2019 aumentam na exigência da idade para as mulheres, até que 2023 será exigida a idade mínima de 62 anos. Além da idade, em ambos os sexos também é exigido ao menos 15 anos de contribuição previdenciária.  

Idade mínima progressiva: Para mulheres, ter 57 anos, além de 30 anos de contribuição. Em relação aos homens, é necessário ter ao menos 62 anos de idade e 35 anos de contribuições.

Por pontos: A pontuação se dá pela idade mais a quantidade anos de contribuição, que deve totalizar 88 pontos para mulheres e 98 para homens.

Por que o planejamento previdenciário é o melhor caminho para solicitar o benefício

Possibilidade de aposentadoria mais alta, conhecimento do valor da contribuição, além de saber o período correto para pedir o benefício, essas são uma das vantagens de adquirir um planejamento previdenciário.

Quem são os profissionais responsáveis pelo planejamento previdenciário

Diante de um processo burocrático e complexo a ajuda de um profissional é essencial para dar andamento no planejamento previdenciário. Para que essa tarefa seja executada com sucesso será necessário o auxílio de um advogado especialista em Direito Previdenciário.

Qual é o melhor momento para requerer a aposentadoria

Para cada caso em específico há uma data que se adequa à realidade do contribuinte. Por isso, torna-se ainda mais necessário a adesão de um planejamento previdenciário, para que o trabalhador saiba quanto tempo esperar e tomar decisões calculadas, orientadas pelo profissional que analisa o caso.

Quem deve ter um planejamento previdenciário

A ajuda do planejamento previdenciário é válida para todas as pessoas contribuintes do INSS, sejam elas próximas de se aposentar ou até mesmo para os mais jovens. Em casos em que a aposentadoria está distante, o processo fica ainda mais fácil e ágil.

Deixe uma resposta