RH Digital: pandemia teve efeitos mais transformadores do que anos de planejamento estratégico

Artigo de Gabriel Kessler, CGO no Dialog:

Entra ano sai ano e as empresas têm sempre o mesmo desafio: falta budget para as mudanças estruturais necessárias em diversas áreas. Quando não falta budget, pode ser ainda pior com falta mindset. E aí vem as consultorias, os coaches, os anos de sofrimento em torno de um problema que parece intransponível.

Então, com todos em casa, o home office deixou de ser opcional e a mudança cultural que poderia ter sido gradual, veio de uma só vez. E nesse processo, uma área que vem tentando provar o seu valor há décadas é chamada ao centro da discussão e tem de pautar as tomadas de decisão: como conectar e engajar colaboradores dispersos?

Diante desse cenário, o trabalho de Recursos Humanos, finalmente, ganha a camada digital, além da humana, organizacional e física.

Estudos da Deloitte mostram como essa transformação começou a estimular que a experiência dos colaboradores passasse a ser algo personalizado e interativo graças a soluções simplificadas semelhantes às das mídias sociais e mobile.

A aplicação da tecnologia trouxe junto dois termos que são imprescindíveis para as organizações que não querem ficar para trás: RH Ágil e RH Digital. Em resumo, eles reforçam que a adoção de ferramentas digitais pelo RH é a solução perfeita (e um caminho sem volta) para fugir de processos longos, descentralizados e obsoletos.

Em abril, participei de dois eventos sobre RH Digital.

No primeiro, que foi um encontro promovido pelo pessoal da Meta Ventures (você pode assistir clicando aqui), ressaltamos como a pandemia escancarou a necessidade das áreas trabalharem em conjunto, principalmente Comunicação Interna e Recursos Humanos. Isso porque enfrentam um desafio em comum nesse cenário atual: estar mais próximo do colaborador.

Já no outro, o “HR Transformation e-Connect”, promovido pela Blueprintt, nosso CEO no Dialog, André Franco, foi o moderador das roundtables. Dentre os aspectos que mais interessaram os participantes no que tange à transformação digital, os seguintes pontos foram os que mais vieram à tona:

  1. sistemas integrados;
  2. automação de processos;
  3. profissionais com tempo de qualidade para agir em atividades mais estratégicas;
  4. engajamento com a cultura organizacional, mesmo para quem está remoto;
  5. melhora da experiência do colaborador (e retenção de talentos).

Sabe do que senti falta?

      6. Conexão efetiva do RH com os problemas de negócios. Ir além do transacional e da preocupação com turnover, efetivamente ajudando vendas a vender mais, inovação a transformar o mindset de todos, operações a ser mais produtivo, e por aí vai.

Sei que não é um caminho fácil, mas até agora temos tentado ajudar nossos clientes a irem além do óbvio.

Para alcançar esses resultados, o Dialog apresenta diversos recursos para RH e Comunicação Interna, e temos apoiado mais de 30 empresas do porte de Pepsico, Klabin, Via Varejo e Roche, a começarem sua jornada de transformação cultural e digital.

No blog do Dialog, listamos o que fazemos pelo RH Digital. Clique aqui para ler!

Quais são os desafios que você enfrenta no RH da sua empresa?

Deixe uma resposta