Vacinação contra a #covid19: Fortaleza está entre 18 cidades do mundo que receberão recursos internacionais

Fortaleza foi uma das 18 cidades da América Latina, África e Ásia selecionadas para receber recursos para o fortalecimento da vacinação contra a Covid-19. Fruto da iniciativa Parceria por Cidades Saudáveis da Bloomberg Philanthropies, em colaboração com a Organização Mundial da Saúde e a Vital Strategies, o aporte financeiro será acompanhado de assistência técnica de especialistas da saúde. O anúncio foi feito nesta terça-feira (08/06) pelas redes sociais do prefeito José Sarto.

A Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) foi a responsável pela captação do recurso, que, segundo o prefeito, será da ordem de US$ 50 mil. “Hoje, a gente celebra essa escolha de Fortaleza para receber não só aporte financeiro, mas também capacitação com as melhores inteligências do mundo na área de saúde pública, tecnologia e inovação. Agradeço à Bloomberg e à OMS por esse importante incentivo, que vai contribuir para oferecer uma saúde pública melhor ainda pra você, fortalezense”, afirmou Sarto.

Os recursos serão aplicados na plataforma Vacine Já, responsável pelo planejamento e agendamento da vacinação em Fortaleza. A ideia é aperfeiçoar o sistema, incorporando as melhores práticas internacionais. A escolha de Fortaleza levou em consideração os objetivos estratégicos do Vacine Já para garantir a distribuição equitativa da vacina na capital cearense.

Para Sarto, a escolha de Fortaleza representa um reconhecimento ao esforço do Município em garantir a vacina para toda a população. “Parabenizo os técnicos da Citinova e também os servidores da saúde, que estão dando um verdadeiro show de vocação, dedicação e carinho com a população”, comemorou o prefeito.

Além de Fortaleza, as cidades contempladas foram: Rio de Janeiro, Brasil; Buenos Aires, Argentina; Lima, Peru; Medellín, Colômbia; Cali, Colômbia; Cidade do México, México; Guadalajara, México; Cidade do Cabo, África do Sul; Abidjan, Costa do Marfim; Accra, Gana; Bengaluru, Índia; Harare, Zimbábue; Kampala, Uganda; Kigali, Ruanda; Ouagadougou, Burkina Faso; Phnom Penh, Camboja; e Quito, Equador.

A Parceria por Cidades Saudáveis (Partnership for Healthy Cities) é uma rede de 70 cidades ao redor do mundo que atua na prevenção de doenças cardíacas, diabetes, doenças pulmonares crônicas, câncer e lesões. Com a pandemia, a Bloomberg Philanthropies expandiu o apoio fornecendo ferramentas e informações para medidas de prevenção e mitigação da Covid-19.

A partir dessa parceria, Fortaleza, por meio da Citinova e da Secretaria da Saúde, desenvolveu o projeto Covid Tracker, sistema responsável pelo monitoramento e auxílio a pessoas que testaram positivo e seus contatos, evitando assim a expansão da cadeia de transmissão. A tecnologia, utilizada em vários países, já foi testada e será aplicada na volta às aulas presenciais.

A Citinova

A Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Fortaleza (Citinova) é uma incubadora de ideias para a criação de políticas públicas. Atua na transformação inovadora de problemas da cidade em soluções concretas em diversas áreas, como educação, desenvolvimento econômico, meio ambiente, saúde, e na difusão da cultura digital como forma de inclusão social e redução de desigualdades.

Deixe uma resposta