#Instagram vira meio de aconselhamento empresarial durante a crise

O Instagram é, atualmente, muito mais que uma rede social e os usuários mais assíduos já entenderam que a ferramenta é um espaço com um poder de alcance bastante interessante. Com o advento da pandemia e distanciamento social, as pessoas passaram a interagir, ainda mais, através das telas. Douglas Duek, CEO da Quist Investimentos, empresa especializada em recuperação judicial e reestruturação, sabe bem o resultado disso. Em um ano, ganhou mais de 40 mil seguidores, depois de investir em conteúdos instrutivos e, principalmente, interativos.  

Uma pesquisa recente, realizada pela mLabs e divulgada em abril, intitulada Engajamento Facebook e Instagram 2021, analisou mais de 720 milhões de publicações entre janeiro e dezembro de 2020 e apontou que o engajamento do Instagram foi quatro vezes maior que o do Facebook no período. Entre as áreas que mais tiveram buscas, está a de Finanças, setor que cresceu 35,97% em comparação com o primeiro trimestre de 2020.

Com a crise econômica gerada pela pandemia, mais a instabilidade do mercado, medo de perder o emprego ou de falências de empresas, entre outros fatores, as pessoas passaram a pesquisar mais informações para entender melhor sobre o assunto. Duek conta que, nesse período, concentrou esforços em postagens que ajudassem seus seguidores, tirando dúvidas e os aconselhando, com um tipo de “consultoria gratuita”.

O CEO aponta, também, que é necessário saber utilizar o espaço, não só para entreter. “Ao mesmo tempo, é preciso conscientizar, ajudar o público com informações confiáveis. Isso serve, inclusive, para construir a imagem que você deseja consolidar”, explica.

Atualmente, Douglas conta com 51,9 mil seguidores no perfil @douglasduek. O objetivo é continuar influenciando positivamente os seguidores, e os ajudando a entender melhor conceitos como recuperação judicial, ainda pouco conhecido. “O crescimento na busca pelo setor de finanças é um dado muito importante. Isso mostra como devemos investir em conteúdo de qualidade e focados em ajudar nas tomadas de decisão, principalmente em tempos como esses”, completa Duek.

Deixe uma resposta