Governador do Ceará sanciona lei que permite geração de 20 mil novos empregos

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), sancionou o projeto de lei que permite ao Estado subsidiar 50% do salário mínimo para empresas que contratarem novos trabalhadores. O Programa Mais Empregos Ceará vai gerar 20 mil novos empregos, e o subsídio será concedido durante seis meses e beneficiará empresas de comércio e serviços, setores que foram muito afetados pela pandemia da covid-19.

Segundo ele, a medida é inovadora e tem o propósito de apoiar empresas com atividades de comércio e serviços na retomada da economia no Ceará. “Estamos priorizando com essa ação os setores que mais foram afetados com a pandemia. Setores de comércio e serviços, principalmente bares, restaurantes, eventos, como o comércio em geral. Essa é uma política que nós estamos focando na geração de emprego”, disse.

No projeto aprovado o Governo afirma que estará atento ao impacto que a medida deve promover em todo o Estado e avalia que certamente será replicado em outras unidades da federação. “Agradeço que tenha sido aprovado de forma célere pela Assembleia. Diante desse atual contexto delicado da saúde e da economia, o maior desafio dos países e dos governos encontra-se na retomada da geração de empregos, dado que a pandemia do Covid-19 só agudizou e deixou mais evidenciada a perspectiva de que precisaremos estar todos juntos para promover o emprego no Brasil e no mundo. Estamos em constante esforço para manter o nosso manter o nível de investimento no Ceará, gerando sempre novas oportunidades aos cearenses”, apontou Camilo.

Com o objetivo de estimular a geração de emprego e renda na retomada da economia, o Programa Mais Empregos Ceará será desenvolvido por meio Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), responsável por coordenar, executar, monitorar e avaliar as ações do programa. Clique aqui e saiba mais sobre o programa.

#CamiloResponde

Camilo também respondeu aos questionamentos dos internautas, com dúvidas sobre a recuperação de estradas em diversas regiões do Estado, os investimentos da saúde no interior do Estado, editais de concursos públicos, vacinas, a CHN Popular e a volta às aulas.

Ceará de Ponta a Ponta
“Lancei o pacote de recuperação há menos de 15 dias já conta com vários trechos em obras. Dentre eles estão em obras de recuperação os trechos de Pacatuba-Itaitinga (13 KM); Aracoiaba-Capistrano (14 KM); Serrote-Paracuru-CE 426 (12 KM); Limoeiro do Norte-Palhano-Pedras; Santa Quitéria-Irajá; Iguatu-São José do Quixelô-Solonópolis (37 KM); Iguatu-Sussuarana (16 KM); Lavras da Mangabeira-Maniutaba; Várzea Alegre-Granjeiro (17 KM); Jucás-Canafisto; Farias Brito-Dom Quintino (19 KM); Lavras da Mangabeira-Cariaçu; Jamacaru-Missão Velha; Dom Quintino-Crato (23 KM). Para serem iniciadas a qualquer instante, Ladeira Grande-Ubu (17 KM); Ladeira Grande-Maranguape (18 KM); Capistrano-Caio Prado (22 KM); Jardim até a divisa de PE e entroncamento da CE 390 (22 KM). Muitas estradas já estão em recuperação, mas nem tudo começou, e tem de começar logo, já assinamos a ordem de serviço, vamos proporcionar mais segurança e trafegabilidade para as famílias cearenses”, garantiu Camilo.

Editais
O Governo do Ceará atualmente conta com 11.668 vagas abertas em editais de concursos públicos. Concursos da Funsaúde e Polícia Civil seguem com inscrições abertas, enquanto os certames para Pefoce e Sefaz tiveram suas inscrições encerradas há pouco. “O novo concurso da Polícia Militar será liberado em breve, estamos aguardando o edital, que será lançado nos próximos dias, questão já cobrada ao secretário da SSPDS”, apontou Camilo, que listou ainda as últimas convocações da Seduc e Bombeiros, totalizando quase 12 mil novos servidores em seu governo. “Isso significa gerar oportunidades aos cearenses”, frisou.

CNH Popular
CNH Popular está suspensa temporariamente por uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), mas já existe a previsão do retorno a partir de setembro, de habilitação tanto para carro quanto moto, que ainda recebe o capacete. Há também uma cota para estudantes, e uma isenção de taxas para agricultores familiares, todas em breve serão retomadas no Detran-CE.

Escolas voltam?
“Estamos acertando com o sindicato dos professores a melhor data para o retorno. Fizemos um diagnóstico sobre o ensino fundamental e o impacto da qualidade do aprendizado online durante a pandemia, mas precisamos ainda vacinar a segunda dose. No momento estamos em diálogo e em construção de como poderemos fazer isso acontecer no segundo semestre da forma mais segura possível”, informou o governador.

Saúde no interior
A rede estadual de saúde conta com 5.205 leitos para atender pacientes com Covid-19, entre UTI e enfermarias, representando um aumento de 76,3% em relação ao pico da primeira onda da pandemia em 2020. “Ampliamos toda nossa rede hospitalar, que após a pandemia vai permanecer com toda a estrutura como um legado e patrimônio do povo cearense para atender as demandas de saúde. Ampliamos toda nossa rede hospitalar, nessa ação que faz parte da descentralização da Saúde no Ceará. Antes da pandemia apenas três cidades possuíam leitos com UTI, hoje temos 23 localidades no Estado com leitos de UTI”, ressaltou o governador.

Vacinômetro e Vacinas
“Continuamos fazendo todo o esforço para levar a vacina para todos os cearenses, e da forma mais rápida possível. Na noite dessa segunda-feira (19) já recebemos o 46º lote de imunizantes contra covid-19. Foram recebidas 84.600 doses da CoronaVac/Butantan e 50.700 da AstraZeneca/Fiocruz. Outra remessa, com 202.500 doses da AstraZeneca e 52.650 da Pfizer/ BioNTech, está prevista para chegar na noite desta terça-feira (20), que serão destinada à imunização da população geral por idade”, frisou Camilo Santana.

O Ceará aplicou 5.075.031 doses de vacinas contra a Covid-19, segundo dados do Vacinômetro, registrados até às 17 horas de 18 de julho. Com isso, 1.297.915 cearenses já completaram a imunização com duas doses, e 141.221 com a dose única da Janssen. A primeira dose teve 3.635.895 aplicações.

“Vamos nos vacinar, vamos ouvir a ciência, vamos ouvir os especialistas. Faça seu cadastro, quando for agendado compareça e se vacine. Estamos ansiosos para retomar a nossa normalidade, mas só vamos conseguir com todos vacinados”, concluiu o governador do Ceará em sua transmissão.

Deixe uma resposta