Procura dos consumidores por crédito tem alta recorde de 26,2% no primeiro semestre de 2021

No primeiro semestre de 2021, em comparação o mesmo período do ano anterior, a busca por crédito registrou crescimento recorde de 26,2%. De acordo com o Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian, esse é o maior número de toda a série histórica do índice, iniciada em 2008. As pessoas que possuem as menores faixas de renda mensal foram as principais responsáveis pela alavancagem do cenário, já que demandaram mais crédito do que aqueles de maior poder aquisitivo. Veja os dados completos nos gráficos abaixo.   

Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, a alta do primeiro semestre é um crescimento real na procura por crédito e mais que compensou a queda observada em 2020, que foi influenciada pelo início da pandemia no país. “Esse aumento da procura está ligado, principalmente, ao avanço da vacinação que, no atual cenário, melhora a confiança financeira dos consumidores. Além disso, as taxas de juros permaneceram em níveis atrativos, encorajando a tomada de crédito tanto para a aquisição de bens como para renegociação de dívidas”.

Na visão por região, ainda na análise do primeiro semestre, todas marcaram expansão. Em ordem decrescente temos: Nordeste (38,1%), Norte (35,2%), Centro-Oeste (28,1%), Sudeste (24,2%) e Sul (15,6%).

Variação anual registra aumento em junho
No comparativo entre junho de 2021 e o mesmo mês do ano anterior o cenário também é de crescimento (23,7%). Os consumidores que recebem até R$ 500 por mês continuam influenciando o dado positivo, com alta de 34,3%. Confira informações na íntegra no gráfico a seguir.

Clique aqui e veja a série histórica do indicador na íntegra.  

Deixe uma resposta