Com aumento no faturamento, plataforma de autopublicação inova no setor

Em crescimento, indo na contramão da crise do mercado editorial, o Clube de Autores, plataforma de autopublicação na América Latina, registrou aumento expressivo neste primeiro semestre de 2021. O  faturamento  da empresa chegou a R$ 8 milhões no primeiro semestre, valor 300% superior ao mesmo período de 2020. Ainda no período, a venda de exemplares teve um salto de 70%, graças ao aumento da quantidade e qualidade técnica das obras que estão sendo publicadas.

A plataforma, que nasceu inovando o setor com seu modelo de self-publishing no Brasil, segue se reinventando e apostando na inovação como seu segredo de sucesso, principalmente durante a pandemia. “Estamos sempre atentos para entender e atender os novos perfis de demanda dos autores independentes. Além disso, utilizamos a tecnologia como nossa aliada, viabilizando um nível de automação sem paralelos”, conta Ricardo Almeida, CEO do Clube de Autores.

A distribuição dos livros publicados na plataforma e as vendas feitas por marketplaces e livrarias online parceiras indicam também uma mudança no comportamento do leitor, que passou a buscar cada vez mais a literatura independente. No primeiro semestre de 2020, 41% das vendas dessas obras foram por canais de e-commerce parceiros e, neste ano, o número chegou a 60%. 

Para Almeida, o que também impulsionou este crescimento foi o aumento de novos títulos publicados na plataforma e o surgimento de novos autores. “Notamos que, em geral, as novas obras demonstraram uma qualidade técnica mais sofisticada (incluindo capas mais sedutoras, projetos gráficos mais atraentes e textos editorialmente trabalhados), o que sem dúvidas contribuiu para o interesse do consumidor em livros independentes”. 

Hoje a empresa representa 27% de todos os livros publicados no Brasil, com uma média de mil publicações por mês e possui no total 72 mil títulos e 57 mil autores publicados pela plataforma. E a expectativa para o final de 2021 é dobrar de tamanho, ampliando a distribuição por canais, oferecendo novas facilidades de publicação e entregando novos serviços para os autores. 

Deixe uma resposta