Soluções financeiras podem ser saída para pequenos e médios varejistas

Os pequenos negócios Brasil afora foram os mais impactados pelas restrições da crise sanitária que ainda estamos vivendo. Com as portas fechadas ao público, os desafios para os empresários reabrirem seus negócios são diversos. De um lado, a necessidade de repor estoques e, do outro, um aumento no custo das mercadorias – resultado da alta na inflação em alguns setores. Estes fatores ainda se somam a um faturamento aquém do normal nos últimos meses e uma busca por crédito para conseguir abastecer o varejo. Neste contexto, muitos pequenos negócios passaram a olhar para as novidades em soluções financeiras do mercado para se reestruturarem.

Neste cenário, no qual a digitalização também ganhou destaque, as soluções financeiras da Alpe, fintech brasileira que conecta fornecedores e varejistas, ganham cada vez mais mercado. O principal diferencial é permitir ao fornecedor aceitar as parcelas futuras das vendas do cartão de crédito do varejista como forma de pagamento de mercadorias. A Alpe atua como um intermediário entre a indústria, distribuidor e o varejo, possibilitando que os varejistas cedam os seus recebíveis aos fornecedores, negociando os prazos de recebimento e pagamento. Desta forma, o varejo ganha a possibilidade de repor seu estoque com prazos melhores e o fornecedor a segurança de receber corretamente os valores, fazendo a roda da economia girar.

“A retomada do pequeno e médio varejo é um excelente sinal para a nossa economia. Mas, para que este setor possa voltar saudável, é preciso apostar em iniciativas que tragam benefícios para os dois lados”, comenta João Victor Martins, diretor comercial da Alpe.

Até agora, ainda que o lojista pudesse fazer as vendas em 6x ou até em 10x para o consumidor, dificilmente ele encontraria as mesmas condições de parcelamento para efetuar o pagamento das mercadorias junto aos fornecedores. 

“Nós entendemos que havia um problema estrutural no repasse de pagamentos e que poderíamos melhorar o fluxo de caixa tanto do fornecedor quanto do lojista. Com esse sistema, o fornecedor pode estreitar a parceria com o varejo, oferecendo uma solução que vai possibilitar economia para o lojista e diminuir o risco de inadimplência das mercadorias fornecidas.”, finaliza Martins.

Com a solução, a Alpe aposta no crescimento e na manutenção de pequenos varejistas durante a crise causada pela pandemia. Além disso, os riscos para o fornecedor são reduzidos, gerando confiança e condições financeiras mais favoráveis para o reaquecimento do varejo durante este momento de incertezas.

Saiba mais sobre a solução da Alpe em:  https://www.alpenet.com.br/.

Deixe uma resposta