Turismo estabelece parcerias público-privadas para tentar retomar crescimento

Depois de mais de um ano de dificuldades devido à pandemia, o setor de turismo começa a apresentar sinais de melhora com o avanço da vacinação na maior parte dos estados. E um bom caminho para acelerar essa retomada pode estar na união entre a iniciativa privada e o poder público, com parceria na divulgação de diferentes destinos e atrações. Um exemplo vem do encontro da Secretaria de Turismo de Pernambuco, por meio da Empetur, com a BWT Operadora, de Curitiba.

A parceria começa a ser praticada justamente em uma das semanas mais frias do ano na capital mais gelada do país. Com os termômetros marcando apenas 1ºC, os passageiros chegam à estação ferroviária de Curitiba para o passeio de trem que desce a Serra do Mar paranaense. Ali, enquanto esperam pela composição, envoltos em casacos, gorros e cachecóis, eles se divertem com vários promotores carregando boias coloridas e vestindo trajes de banho por cima de meias grossas de lã, convidando todos para uma viagem, em termos de clima, bem mais confortável: “Vamos conhecer Pernambuco?”, provoca uma moça simpática com viseira pink e uma canga amarrada à cintura.

Essa cena pode parecer peculiar, mas o contraste é justamente o que chama a atenção nessa parceria. Um conhecido destino de inverno é o lugar perfeito para divulgar um igualmente famoso destino de verão. “A ideia é mostrar aos viajantes do Sul do Brasil as muitas possibilidades pernambucanas para fugir das baixas temperaturas e aproveitar as férias em alguns dos cenários mais paradisíacos do País. Pernambuco está de braços abertos para os turistas, oferecendo protocolos sanitários que permitem viver uma experiência inesquecível com toda segurança”, destaca o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Ao longo de 2020, a maior parte dos destinos nacionais viu o número de turistas cair devido às restrições impostas pelo novo coronavírus. Por isso, ampliar a oferta de pacotes para quem está precisando curtir o calor é uma estratégia importante para a recuperação. Ao mesmo tempo, o caminho contrário também apresenta grandes oportunidades de crescimento para quem comercializa esses pacotes.

De acordo com o gerente geral da BWT Operadora, Gabriel Cordeiro, “essa parceria vem para reforçar algo que já tínhamos percebido. A procura por viagem para os locais mais conhecidos de Pernambuco só cresce. O estado foi um dos mais procurados por viajantes pelas agências e agentes de viagens parceiros em 2021. Com as ações, a ideia é explorar ainda mais o potencial turístico do estado”.

Retomada passa por criatividadePara promover os destinos pernambucanos, a Empetur não poupou criatividade. Espalhou pela ferroviária curitibana vários totens exibindo imagens convidativas de praias, cachoeiras e festas típicas do estado nordestino. As ações se estendem por três finais de semana e têm como foco as pessoas que procuram a Serra Verde Express – empresa do mesmo grupo da BWT – para conhecer as cidades históricas de Morretes e Antonina, no litoral do estado, percorrendo um trajeto que está na lista dos mais bonitos do mundo de publicações como o The Wall Street Journal e o The Guardian.

Pernambuco tem colecionando bons números na retomada das atividades turísticas no país. Nos últimos meses, a recuperação se deu com expressivos dados referentes à movimentação de passageiros. Além disso, a malha aérea do estado tem 36 linhas domésticas operando agora em agosto, sendo 35 delas nacionais e uma internacional. Esta ação com a BWT é crucial para apresentar as potencialidades dos atrativos e o Passaporte Pernambuco, novo produto na promoção do nosso turismo”, salienta Novaes.

Além da plataforma, quatro vagões adesivados com imagens de Pernambuco dão destaque aos destinos indutores (Recife, Olinda, Porto de Galinhas e Fernando de Noronha), além do litoral norte e cidades do interior pernambucano. Agentes e agências ligados à BWT passam, ainda, por um treinamento on-line sobre o projeto “Bora Pernambucar” com a equipe de marketing da Empetur.

“Para nós, essa parceria é uma relação em que os dois lados ganham. Depois de um ano difícil para o turismo, apostamos em ações como essa para recuperar mercado. Também acreditamos que esse será um ótimo exemplo de estratégias possíveis para a recuperação de outros destinos brasileiros”, finaliza Cordeiro.

Deixe uma resposta