Piauí terá programa de reinserção na sociedade para dependentes químicos

O Governo do Piauí, por meio da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas (Cendrogas), vai oferecer um programa de reinserção na sociedade, voltado a dependentes químicos. A proposta foi debatida entre o governador Wellington Dias (PT) e a coordenadora de Enfrentamento às Drogas, Cida Santiago.

A ideia é ofertar oficinas de formação profissional para aqueles que concluírem o tratamento nas comunidades terapêuticas, gerando oportunidades de trabalho. “À medida em que avançamos na vacinação contra a Covid-19, queremos avançar nesta perspectiva de ampliar a reinserção social”, declarou o chefe do Executivo estadual.

A princípio, devem ser abertas 200 vagas em uma parceria com a Fazenda da Paz. Entre os cursos previstos constam mecânica de motocicleta e produção de cajuína. “O Governo do Estado tem trabalhado a reinserção e agora vamos dar uma ênfase muito maior através deste programa que estamos definindo”, explicou Cida Santiago.

A Cendrogas apoia29 casas de recuperação de dependentes químicos e oito projetos preventivos, cobrindo todos os territórios de desenvolvimento do Piauí. De acordo com a coordenadoria, no momento, há aproximadamente 2 mil pessoas em tratamento no estado. Segundo Santiago, as primeiras oficinas podem ser abertas no mês de setembro.

Deixe uma resposta