Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

A pandemia afetou vários setores da economia, mas também acelerou o crescimento de outros, como o caso dos e-commerces. Com a necessidade de isolamento social, as pessoas passaram a comprar mais pela internet. No primeiro semestre deste ano o brasileiro gastou mais de R$ 53,4 milhões em compras on-line, segundo dados da Ebit | Nielsen. Com o mercado náutico não foi diferente, uma das maiores revendedoras e distribuidoras de suprimentos náuticos brasileira, a Catarina Náutica, registrou no primeiro semestre crescimento de 150% no valor do ticket médio das vendas on-line, bem acima da média geral do e-commerce que foi de 22%.

“O e-commerce se consolidou no Brasil neste primeiro semestre e o brasileiro está mais confiante em realizar compras pela internet. Para atender à crescente demanda, aumentamos o mix de produtos que são oferecidos on-line”, explica Roberto Deschamps, diretor da Catarina Náutica.

Com o aumento de produtos vendidos pela internet, a empresa observou uma maior procura por itens de salvatagem e segurança. Entre os produtos mais vendidos pela empresa neste primeiro semestre estão os artefatos pirotécnicos, que são uma exigência da Marinha do Brasil para todas as embarcações. “Os nossos artefatos pirotécnicos são da Indios Pirotecnia, empresa que é referência neste segmento e isso contribui para o aumento nas vendas”, detalha Roberto. 

Os números positivos do primeiro semestre devem se manter até o final do ano e a Catarina Náutica tem projeção de fechar 2021 com um aumento de 20% nas vendas on-line em relação a 2020. “Acreditamos que o aquecimento do mercado náutico e a expansão do e-commerce farão com que o crescimento do segundo semestre seja ainda mais expressivo do que o primeiro”, comenta Roberto.

Deixe uma resposta