Solução de saque de dinheiro em caixas de lojas é lançada na rede de postos Petrobras

A Sled,plataforma que simplifica as transações financeiras no varejo físico, anuncia o lançamento do Sled Saque, a primeira solução de saque puro de dinheiro para pontos de venda. O serviço já está presente em mais de 20 lojas BR Mania, a rede de conveniência dos Postos Petrobras. Com a novidade, os consumidores poderão realizar saques com cartões de débito e pré-pago de valores que variam de R$ 20 a R$ 200 diretamente nos caixas de atendimento. O novo produto é resultado da participação da fintech no Desafio de Startups BR Distribuidora, um edital de inovação. 

“O Sled Saque nasce como uma alternativa importante para o brasileiro, que ainda depende muito do dinheiro físico em um cenário em que ele está cada vez menos disponível. O investimento feito pela BR Distribuidora, por meio do Desafio, foi fundamental para chegarmos neste produto,” explica Anderson Locatelli, CEO da Sled. 

A parceria entre a Sled e os Postos Petrobras surgiu após a participação da fintech em um edital de inovação promovido pela BR Distribuidora, no qual a empresa foi selecionada para desenvolver a solução de micro saque nas unidades da BR Mania, rede de lojas de conveniências dos postos de combustíveis. Juntamente com a Mastercard, empresa de tecnologia e bandeira líder no mercado brasileiro, a fintech iniciou o processo de construção e desenvolvimento do projeto, que, a partir de julho deste ano, chegará a novos pontos do varejo. 

“Estamos trilhando um caminho de transformação digital e o resultado apresentado pela Sled se encaixa no nosso objetivo de atender bem os nossos clientes levando sempre conveniência. A nova plataforma integra-se ao ecossistema de inovação que estamos construindo. Foi fundamental buscar a agilidade das startups, isso está totalmente em linha com os desafios do nosso  negócio”, afirma Renato Vieira, gerente de arquitetura e inovação da BR Distribuidora.

Já implementado em cidades paranaenses como Curitiba, Foz do Iguaçu e Cascavel, o serviço visa facilitar a vida de milhões de brasileiros que vivem distantes de bancos e caixas eletrônicos. meta da empresa é disponibilizar a solução em mais de 2.000 Postos Petrobras em estados como Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo até o final deste ano. A plataforma quer também chegar a mais de 3.000 supermercados e farmácias, somando 5 mil estabelecimentos em todas as regiões do país ainda este ano.

Segundo Locatelli, com a ampliação do serviço, será possível evitar grandes deslocamentos de pessoas em busca de dinheiro vivo, principalmente para aqueles que vivem mais afastados dos grandes centros. De acordo com dados do Banco Central, cerca de 17 milhões de brasileiros, em 2.328 cidades, precisam viajar para municípios vizinhos se quiserem abrir uma conta, tomar empréstimos ou fazer saques.

Sled Saque na prática

Para o consumidor, basta se dirigir ao ponto de venda com a solução Sled Saque e solicitar ao operador de caixa um saque, informando o valor. Após inserir ou aproximar o cartão no pin pad, é só digitar a senha e confirmar a operação para receber do operador as cédulas do caixa da loja. O consumidor paga* uma tarifa apenas se a sua conta bancária contratada fizer esse tipo de cobrança, assim como ocorre em ATMs ou unidades bancárias. 

Já o varejista que disponibiliza o serviço tem a garantia que receberá o dinheiro da mesma forma que todas as transações realizadas com cartão. “Outra vantagem para o lojista é a atração de novos clientes e, principalmente, a redução da necessidade de fazer as sangrias diárias no caixa. Ele ainda se beneficia pela segurança de não acumular grandes quantias em loja, além de reduzir o transporte de valores”, lembra o CEO da Sled. Segundo ele, o serviço é viável economicamente porque agrega valor a todos os agentes envolvidos, do varejista, independente do seu porte, as emissoras de cartão e, principalmente, ao consumidor.  

Para os varejistas interessados no serviço, basta acessar: https://www.sled.com.br/produtos/sled-saque .

Deixe uma resposta