Com investimento em tecnologia, produtora cresce 117% no 1º semestre de 2021

O mercado audiovisual mundial foi profundamente afetado pela pandemia, fazendo com que produtoras de todos os tamanhos tivessem que se reinventar para driblar a crise. Pensando nisso, a produtora de conteúdo Prime Arte mudou seu método de trabalho, combinando audiovisual e tecnologia. Com isso, conseguiu crescer em 117% o faturamento no 1º semestre de 2021 comparado com o mesmo período do último ano. A empresa também aumentou em 94% o volume de clientes no mesmo intervalo. 

Em 2020, a empresa começou a investir em plataformas digitais e criou seus três maiores produtos: a ZapBrand, voltada para os times de marketing e comercial de grandes empresas, que possibilita a autonomia e agilidade aos setores na criação de peças customizadas; a ZapMusic, primeira plataforma de streaming por assinatura voltada para os profissionais e fãs do violão do Brasil; e a Vitrine ZapMusic, primeira rede social para profissionais do violão de todo o Brasil, com espaço voltado para a divulgação de seus trabalhos e que promove intercâmbio de conhecimento, experiência e Networking qualificado. 

Desde junho de 2020, a equipe dobrou de tamanho e hoje conta com mais de 50 colaboradores, todos trabalhando de forma remota. Para auxiliar todo o time e evitar uma série de problemas de logística, a Prime Arte implementou a virtualização de workstation das ilhas de produção, armazenamento e gestão de assets, o que possibilitou a economia de cerca de R$1,5 milhão em aquisição de novas máquinas, manutenção e logística para suportar o seu crescimento descentralizado. Além disso, a empresa adotou um sistema de assinatura com os seus clientes no início da pandemia, fechando pacotes customizados semestrais e anuais, o que ajudou na expansão e em uma maior previsibilidade de crescimento. 

“A tendência é que apareçam mais e mais players no mercado audiovisual. Na luta pela sobrevivência, se destaca a empresa que oferece um produto inovador, de qualidade e com um preço acessível. É isso que a Prime Arte está fazendo e, por enquanto, está sendo um método eficiente para os negócios. Nossa meta para esse ano é obter um aumento de 70% em comparação a 2020. Vamos continuar investindo na mistura de audiovisual e tecnologia, visando sempre a evolução da companhia e a satisfação dos nossos clientes”, afirma Leandro Alvarenga, CEO da Prime Arte. 

Criada em 2007, a Prime Arte é uma produtora de conteúdo brasileira com soluções completas em tecnologia e produção de vídeos para as áreas de marketing, endomarketing e comunicação interna de grandes empresas. A empresa já atendeu mais de 4 mil empresas desde a sua fundação e atualmente possui em seu portfólio organizações altamente reconhecidas no mercado como Santander, Danone, Leroy Merlin, JBS, Porto Seguro, Microsoft, entre outras.

Deixe uma resposta