Pandemia da #covid19 impulsiona ensino à distância no Brasil

A tecnologia é uma forte aliada da educação, mas nos últimos anos, ela tem se mostrado cada vez mais importante, seja no ensino fundamental ou nas universidades.  De acordo com o Censo da educação superior, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em 2009 apenas 16,1% das matrículas correspondiam à modalidade de ensino à distância (EAD), dez anos depois, o número saltou para 43,8%, quase metade de todas as matrículas do país.

VEsses dados são de antes da pandemia, portanto anteriores ao fechamento das escolas por conta das restrições sanitárias impostas para combater a propagação do vírus. De acordo com o estudo “Coronavírus e Educação Superior: o que pensam os alunos”, realizada pela Educa Insights em parceria com a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), 46% dos estudantes entrevistados buscam cursos EAD. A previsão da ABMES em 2018 era que até 2023, o número de ingressantes no ensino superior à distância superaria o de presenciais, portanto a pandemia apenas acelerou algo que já estava previsto para acontecer.

Diante desse cenário, as instituições de ensino precisam estar preparadas para oferecer o EAD com qualidade e, para isso, é essencial que invistam em recursos tecnológicos que consigam entregar interação com o professor e os colegas de sala mesmo que estejam assistindo de suas casas, seja com a utilização de quadros inteligentes ou projetores de última geração. A Zyxel, multinacional taiwanesa especializada em soluções de conectividade e redes corporativas, possui diversos produtos que podem melhorar o ensino à distância nas instituições de ensino brasileiras, entre eles os access point WAX610D com wi-fi 6, a tecnologia mais avançada de redes sem fio, e que proporciona uma conexão resiliente para atender cada vez mais dispositivos conectados ao mesmo tempo e também a linha de switches GS2220, que permitem gerenciamento local ou em nuvem, são robustos,  possuem todas as portas gigas com PoE+, 4 uplinks SFP para ligar fibra ótica e ainda 5 anos de garantia.

“Estamos acompanhando a evolução da área da educação, que tende a ser cada vez mais interativa, e nosso objetivo é desenvolver produtos que atendam as demandas das instituições de ensino e dos alunos e temos nos aprimorado muito nisso nos últimos anos.”, comenta Arnaldo Mapelli, gerente comercial da Zyxel.

Deixe uma resposta