27% dos brasileiros optaram pelo parcelamento de dívidas, diz Serasa

A quarta de edição do “Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas no Brasil”, estudo mensal divulgado pela Serasa sobre o cenário de endividamento no País e renegociações de dívidas revela que o número de inadimplentes em agosto se mantém estável, com 62,248 milhões ante 62,223 milhões, em julho.  

 Indo na contramão dos últimos meses do levantamento, o pequeno crescimento no número de inadimplentes veio acompanhado por uma queda no valor total das dívidas, que representam R$ 244,5 bi, uma média de R$ 3.929,00 por pessoa e R$ 1.171,00 por dívida. Com relação às principais causas das dívidas o destaque continua com bancos e cartões de crédito (29%), seguidos por utilities (23,3%) e varejo (13,20%).  

 Oportunidades para sair da inadimplência 

 No recorte por gênero, as mulheres ainda representam a maior parte dos brasileiros inadimplentes (50,2%) mas elas também se destacam na hora de renegociar as dívidas, ganhando destaque pelo segundo mês consecutivo (53,7%).  

 Segundo Nathalia Dirani, gerente de marketing da Serasa, “Nesse momento de retomada, percebemos que os brasileiros estão buscando maneiras de renegociar as suas dívidas e saírem da inadimplência. Durante o mês de agosto, 27% das dívidas renegociadas no Serasa Limpa Nome foram parceladas, o que permitiu que os consumidores pagassem um valor mais compatível ao seu planejamento financeiro”. 

Para Nathalia, as empresas também estão entendendo esse momento e estão oferecendo condições diferenciadas: “Em alguns casos é possível renegociar a dívida em até 72x e o que muitos brasileiros não sabem é que após o pagamento da primeira parcela o seu nome já é limpo. No entanto, mais importante do que fechar um acordo, é fazer um planejamento para que seja possível cumprir com o pagamento integral, para que a dívida não volte a ser negativada”, completa. 

Já no ranking de estados, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Bahia permanecem sendo os que contam com mais devedores, mas também, apresentam o maior número de acordos fechados no Serasa Limpa Nome. Ao todo, mais de R$ 3,6 bilhões foram concedidos em descontos nos acordos realizados em agosto.  

Confira abaixo os canais oficiais para consulta e renegociação de dívidas da Serasa: 

  • Site: serasalimpanome.com.br
  • App Serasa no Google Play e App Store 
  • Ligação gratuita 0800 591 1222 
  • WhatsApp 11 99575-2096 
  • Agências dos Correios 

Neste momento, a Serasa aconselha que as pessoas priorizem os meios digitais, mas para quem preferir negociar presencialmente em uma das unidades dos Correios, siga as orientações do Ministério da Saúde e acesse o site www.correios.com.br para conferir os horários de funcionamento antes de se dirigir a uma das agências. 

Como fazer para negociar on-line?
 Para aproveitar a iniciativa, basta acessar a plataforma do Serasa Limpa Nome. 
  Confira abaixo o passo a passo: 
 
1º Passo
Acessar o site www.serasa.com.br/limpa-nome-online ou baixar o aplicativo no celular, digitar o CPF e preencher um breve cadastro. Com isso, é possível usar os serviços com a garantia de que só você tem acesso aos seus dados. O consumidor também pode regularizar débitos financeiros pelo WhatsApp, através do número (11) 99575-2096.


 
 
2º Passo
Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar em uma delas e serão apresentadas as opções para renegociar cada débito.
 
 
 
3º Passo
Depois que você escolher uma das opções de valor, é só escolher se vai ser à vista ou em parcelas e a melhor data de vencimento.

4º Passo
A plataforma da Serasa gera um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento correta. O boleto poderá ser pago tanto on-line quanto na agência do banco ou casa lotérica. Também é possível realizar o pagamento do acordo diretamente pela carteira digital da Serasa.
 

Deixe uma resposta